Fernando Collor e Globo
Emissoras das quais Fernando Collor é sócio tiveram concessões cassadas pela Justiça (Imagem: Reprodução / Instagram)

O ministério Público Federal obteve na manhã da última quarta-feira (10) uma decisão da Justiça que atingiu o senador alagoano e ex-presidente da República Fernando Collor e suas emissoras de rádios e televisão, entre elas, uma afiliada da Globo.

A decisão se baseou em limitação constitucional, que veda a propriedade de veículos de comunicação por parlamentares federais. A Justiça Federal em Alagoas (JFAL) determinou o cancelamento da concessão, bem como permissão ou autorização do serviço de radiodifusão sonora ou de sons e imagens.

No Estado, Collor é sócio da TV Gazeta de Alagoas, da Rádio Clube de Alagoas e da Rádio Gazeta de Alagoas. A TV Gazeta é afiliada da Globo. A informação foi divulgada pelo site do MPF.

A sentença, de junho de 2019, atendeu à totalidade dos pedidos do Ministério Público. Todavia, a Justiça considerou a “repercussão da medida e manteve a prestação dos serviços”, hoje realizados pelas empresas concessionárias até o trânsito em julgado do processo.

O pedido do MPF abrange, além do cancelamento das concessões: “a condenação da União a não renovar a outorga, bem como realizar nova licitação; a condenação das empresas concessionárias para não mais operarem os serviços nem pleitearem a renovação da outorga; a cominação de multa diária em caso de descumprimento da ordem judicial”.

Izabella Camargo retorna ao trabalho na Globo após decisão judicial

Após ser dispensada da Globo no ano passado, Izabella Camargo voltou nesta quarta-feira (10) à sede da emissora, em São Paulo, depois do Tribunal Regional do Trabalho exigir a reintegração da jornalista. Ao portal UOL, a jornalista afirmou que este seria o primeiro dia de trabalho após a decisão judicial.

“Nunca fiz nada de errado desde o princípio e por isso a minha sensação é muito boa porque exerci comigo o que sempre exerci na reportagem, de buscar a verdade e a lei. Como era troca de turno, foi muito bom ser abraçada por pessoas que vibraram com a notícia”, contou ela.

De acordo com a publicação, Izabella compareceu ao canal dos Marinho junto com os seu advogado e também do marido Thiago Godoy Nascimento, causando surpresa e falatório nos bastidores.

Izabella Camargo foi demitida após retornar de uma licença médica após passar por uma recuperação da Síndrome de Burnout, esgotamento profissional e emocional que impede tarefas com agilidade. A Globo não quis se pronunciar sobre o caso.

A liminar que exige o retorno da jornalista ao trabalho foi entregue ao departamento de Recursos Humanos da emissora, na semana passada.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos