Romário
Romário foi condenado pela 7ª Vara Cível de Brasília (Imagem: Reprodução / Globo)

Em resultado de uma ação que corria na 7ª Vara Cível de Brasília, Romário foi condenado a pagar os 14 meses de aluguel atrasados referentes a uma mansão que ele morou por quatro anos, na beira do Lago Paranoá, em Brasília.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, de O Globo, também por decisão judicial, o ex-jogador terá 30 dias para destruir um campo de futebol e um píer que construiu irregularmente ao lado da casa.

A batalha da Justiça gira em torno do reajuste que o aluguel sofreu em meados de 2015. De R$ 26 mil passou para R$ 35 mil.

De acordo com a publicação, Romário deixou a casa no final de 2016. Pelas mensalidades atrasadas, os proprietários da mansão cobram R$ 408 mil do político. Entretanto, ele ainda pode recorrer.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos