José de Abreu
Justiça determina ordem contra José de Abreu por causa do PSDB (Imagem: Divulgação / Globo)

José de Abreu vai ter que tomar uma atitude após ordem da Justiça. O ator precisará excluir do seu perfil oficial no Twitter postagens consideradas ofensivas ao PSDB, segundo decisão do desembargador José Carlos Ferreira Alves, da 2ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).

Nas postagens, feitas em dezembro de 2019, o famoso afirmou que o “PSDB rouba há mais de 30 anos e tudo bem”. Ele também escreveu que João Doria, governador de São Paulo, é “podre também”.

De acordo com a Justiça, o ator da Globo “extrapolou os limites do razoável e da exposição da liberdade de manifestação de pensamento e opinião”.

O desembargador ainda explica em texto que a liberdade de opinião “não pode ser exercida de forma irresponsável, sob pena de ocorrer o exercício arbitrário da justiça com as próprias mãos, o que é intolerável num estado democrático de direito”.

Na decisão, ele escreve também que José de Abreu “acusa explicitamente” o PSDB de roubo, “o que configuraria crime de calúnia, sem sequer mencionar quais fatos ensejariam tal conclusão.”

Cabe lembrar que a ordem da Justiça para a exclusão das mensagens acolhe recurso do PSDB contra decisão de primeira instância, que tinha negado o pedido da legenda política.

Pelo Instagram, o global apontou a atitude do desembargador como censura e garantiu que vai recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal). “Censura nunca mais! Vou recorrer ao STF. Abraços ao Aecio Neves, que iniciou sua carreira (epa!) em 1987. 32 anos, pois”, escreveu ele.

Confira a postagem de Abreu:

Ver essa foto no Instagram

Censura nunca mais! Vou recorrer ao STF. Abraços ao Aecio Neves, que iniciou sua carreira (epa!) em 1987. 32 anos, pois.

Uma publicação compartilhada por josedeabreu (@josedeabreu) em

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA