Karol Conká faz revelação sobre vício em masturbação: “Achava que era problema”

Karol Conká
Karol Conká faz revelação sobre masturbação (Imagem: Reprodução / Instagram)

Karol Conká revelou no terceiro episódio da segunda temporada do Prazer, Feminino, do GNT, que era viciada em masturbação aos 19 anos. A rapper até comentou que chegou a pensar que isso poderia ser um problema.

publicidade

“Eu já fui viciada em masturbação, gente. Quando eu tava com 19 anos e estava trabalhando de estagiária, eu parava e ia no banheiro me masturbar. Eu achava que era um problema, mas no meu caso era descoberta do tesão”, comentou ela.

A ex-BBB ainda ressaltou: “Eu também achava que tava fazendo errado até começar a ler que estava sentindo prazer comigo. Meu primeiro orgasmo foi comigo mesma”.

publicidade

Veja Também

A atração debatia o tema sobre iniciação sexual e a cantora contou que as suas primeiras experiências com o seu corpo acabaram sendo reprimidas por sua mãe.

“Gente, eu tinha seis anos e me tocava. Aí, minha mãe pegou e me deu umas chineladas: ‘pare com isso’. Eu falei: ‘Deus, livrai-me dessa sensação gostosinha’. Aí, eu achava que se eu fizesse promessa, ia passar”, desabafou ela.

Karol Conká também declarou: “O que eu fazia? eu fingia que ia no banheiro fazer cocô. Aí, pegava uma toalhinha, fazia uma bolinha, colocava no chão e deitava em cima porque até então não sabia que dava para me masturbar com os dedinhos. Então, eu deitava em cima e ficava me esfregando”.

Karol Conká fala de sexo após o BBB 2022

Nesta temporada do seu programa, a cantora também abriu o coração e contou que teve de encarar a falta de libido após enfrentar o cancelamento pela participação do BBB 2021.

publicidade

“Achei nunca mais que ia sentir tesão. Eu fiquei tão brava comigo mesma porque me cobro muito também. Então, quando eu tenho essa autocrítica pesada, a libido foge, ela fala: ‘querida, nem vou ficar por aqui'”, contou ela.

A famosa completou: “Eu fiquei, literalmente, tombada, mas a libido veio quando me reconectei com a minha essência”.

Em papo com psicóloga Lumena Aleluia sobre como lidaram com a falta da libido após ambas sofrerem com o cancelamento. As ex-sisters contaram que precisaram passar por um processo de reinvenção.

publicidade

“Hoje, aos 30, me muito mais consciente dos meus desejos. Eu consigo ter muito mais coragem de concordar com essa relação de sexo e bem-estar, mas por muito tempo, eu acho que esse processo de psicoeducação a gente acaba caindo em ciladas sobretudo sendo mulher. A gente vivência um direcionamento para sexualidade que, às vezes, é de mal-estar, que é de um lugar de não consciente do que se é e do que se gosta. Acho que a minha história de vida é uma jornada até chegar no bem-estar, mas consegui se libertar e tô bem. Tô com a pele bonita”, comentou Lumena.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br