Leo Picon faz acordo para indenizar criança exposta e chamada de traficante

Leo Picon
Leo Picon faz acordo para indenizar criança exposta e chamada de traficante (Imagem: Reprodução / Instagram)

Leo Picon causou uma grande polêmica em agosto de 2021, depois de expor uma criança e se referir a ela como “traficante”, ao pedir informações. Uma ação foi aberta na Justiça e uma indenização foi estipulada depois de um acordo com o famoso.

De acordo com o G1, o influenciador fechou o compromisso, com o Ministério Público de Pernambuco, de pagar R$ 22 mil de multa. Leo assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), depois que um procedimento foi iniciado na 33ª Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e Juventude da Capital.

A promotora Jecqueline Elihimas, que cuida do caso, informou que o prazo para o pagamento do valor estipulado foi até à quarta-feira (15), na conta do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. Se o prazo for descumprido, o valor será dobrado. A decisão se baseia na infração administrativa do artigo 247 da Lei Federal nº 8.069/90 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

O acordo foi publicado no Diário Oficial do MPPE de terça-feira (14) e já deixou avisado que Leo Picon não poderá divulgar imagens de crianças e adolescentes, sem que haja consentimento dos responsáveis; e que nenhum comportamento criminoso seja associado a eles.

Além de tudo, o famoso também está respondendo a uma ação individual, por danos materiais e morais, aberta pela família do menor. O procedimento segue em sigilo na 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e Juventude da Capital, de acordo com o MPPE.

Atitude de Leo Picon é condenada nas redes sociais

O personagem dessa história veio ao Recife para inaugurar empreendimentos. No Bairro do Pina, zona sul da capital pernambucana, o irmão de Jade Picon parou o carro em que estava e começou: “Vou mostrar como se ‘habla’ espanhol com ‘los’ traficantes de Recife”. Ao chegar no garoto, ele perguntou onde ficava o local onde iria e escreveu o seguinte: “Traficante de ‘informaciones’”.

Em nota, Leo informou que a Promotoria de Justiça de Pernambuco foi obrigada a abrir o procedimento investigativo, para averiguar possíveis condutas ilícitas e criminais no vídeo polêmico.

Me manifestei, comprovando que páginas na internet retiraram minha fala de contexto para criar um clickbait; e criaram, atraindo milhões de visualizações ao assunto, gerando revolta e ódio em cima de uma atitude descontextualizada propositalmente”, declarou o também modelo, no pronunciamento.

Leo Picon ainda argumentou que não expôs a criança, por estar com uma máscara que cobria grande parte do corpo, “assim, não era possível identificá-la”; e que não a chamou de traficante de um jeito criminoso, como supostamente comprovou.

Não ofendi ou ataquei a criança. O vídeo e os relatos deixam nítido que a interação foi cordial e amigável”, afirmou o influenciador; que também prometeu considerar a hipótese de ajudar crianças e adolescentes carentes de Recife (PE).

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›