Léo Santana viaja de ônibus por medo de avião e reclama do preço dos combustíveis

Leo Santana
Léo Santana viaja de ônibus após medo de avião por morte de Marília Mendonça e reclama do preço do combustível (Imagem: Reprodução / Instagram)

Léo Santana, 33 anos, está abalado após a morte de Marília Mendonça. O cantor, que está preocupado em fazer voos, conversou com a imprensa durante o evento festival Garota VIP e disse que está priorizando as viagens de carro e ônibus. O artista do axé também fez uma reclamação sobre o alto preço dos combustíveis no Brasil.

Depois do acidente da Marília, estamos nos precavendo mais. Se tiver que acontecer alguma coisa vai acontecer em algum momento, mas o prevenir ajuda muito. A gente tá rodando muito mais de ônibus“, disse o cantor.

Chega uma hora que a gente faz as contas e vê que está complicado. Tá muito caro (o preço da gasolina, do diesel), de verdade. Não tem para onde correr. A gente pode reclamar, protestar, não adianta. É o nosso país“, comentou Leo.

Veja Também

Léo Santana concorda com o cancelamento do Carnaval

Considerado um dos maiores cantores do axé, o famoso concorda em cancelar os blocos de rua por causa da Covid-19. “É diferente você controlar milhões de pessoas. Quando se fala em evento privado, você tem controle de portaria, comprovante de vacinação. Para as coisas acontecerem, a vacina tem que estar em dia. A gente só está fazendo essas coisas devido ao ritmo da vacinação em massa. Quando se fala em carnaval, as coisas perdem o controle. Sou de acordo (com o cancelamento), mas ao mesmo tempo fico pensado ‘se o privado fechar será estranho‘”, afirmou.

O fim da pandemia

Durante a conversa com os jornalistas, o cantor também mostrou o medo em nunca mais poder realizar shows por causa da pandemia. “Parecia que a gente nunca mais ia viver isso. Estava tão intenso, demorou tanto para voltar. Ainda estamos capengando, mas pelo menos já abriu caminho. Estou muito emocionado. Muito feliz de voltar a fazer o que amo. Mais feliz ainda de saber que as minhas músicas ainda estão na boca do povo. Se em 2021, ainda voltando aos poucos, deu essa quantidade de gente aqui, imagina em 2022, com 100% liberado. Será uma loucura. As pessoas estão com sede de festa“, declarou Léo.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Renan Ferreira
Renan Ferreira, 21 anos, é estudante de Jornalismo e repórter do RD1. Também já escreveu para outros sites sobre entretenimento e pode ser encontrado nas redes sociais no @eurenanferreira.
Veja mais ›