Leticia Sabatella expõe assassino de Daniella Perez e revela o que ele fez com ela

leticia sabatella guilherme de paduaa
Letícia Sabatella acusa Guilherme de Pádua (Imagem: Reprodução – YouTube / Montagem – RD1)

A atriz Daniella Perez (1970 – 1992) foi homenageada pela mãe, a autora Gloria Perez, em uma publicação no Instagram. Diante da situação, Letícia Sabatella deixou um comentário expondo o assassino da jovem.

“O tempo não ameniza nada. Nem a dor, nem a revolta pela impunidade dos assassinos. Sim, psicopatas não são figuras da ficção, eles estão entre nós. E ganância mata”, desabafou Gloria. Letícia, então, revelou:

“O assassino veio fazer um comentário no meu Instagram! Cara de pau. Não deixamos barato, nem eu e nem meus seguidores. Sinto demais esta lembrança. Dia 28 de dezembro. A notícia que eu tentei nem escutar, estava grávida. As imagens que não saíam dos meus pensamentos. A tristeza”.

“E eu quase perdi minha filha também. Nasceu de 5 meses. Cheguei a encontrar Gazola no hospital , onde Clara e eu ficamos internadas. As enfermeiras disseram que ele estava na emergência e fui dar um abraço nele, pela Dani”, comentou.

“Sinto muito, mestra! Sua força é admirável! Todo o amor”, finalizou a atriz.

Confira:

Documentário de Daniella Perez contará com depoimento

Segundo informações da colunista Carla Bittencourt, do Metrópoles, a produtora e assessora artística Marcela Nunes foi convidada para o projeto.

A profissional, que é irmã do jogador Amaury Nunes e cunhada de Karina Bacchi, foi a última pessoa que viu Daniella com vida, antes de ser assassinada.

De acordo com a publicação, como era fã da atriz, Marcela estava na porta dos estúdios da Tyconn, onde a novela De Corpo e Alma era gravada, e chegou a tirar uma foto da famosa momentos antes de sua morte.

Eu tive a honra de ser convidada para participar por ter sido a última pessoa a vê-la com vida e tirar uma foto (sabendo lá no fundo que seria a última oportunidade), me sinto especial por isso. Sempre lembro de tudo como se fosse hoje e vem como um filme na minha memória”, contou Marcela à colunista.

A série vai ao ar em 2022, quando o crime completa 30 anos, e vai ser exibida pela HBO Max. Fábio Assunção, que estava no ar com a atriz na novela em 1992, também gravou recentemente sua participação no documentário, assim como a autora Gloria Perez, mãe de Daniella.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›