lexa grupo donas
Lexa fala pela primeira vez após confusão na parada LGBTQ+ (Imagens: Reprodução / Instagram)

Indignada com os boatos de que teria se desentendido com as cantoras Dona Lanor, Dona Ana e Dona Karol, vocalistas do grupo Donas, durante a Parada do Orgulho LGBTQ+ de São Paulo, Lexa usou suas redes sociais para se manifestar.

Através de um longo desabafo veiculado nos Stories, a famosa negou veementemente que tenha brigado com o trio durante o evento, que aconteceu no último domingo (23), na Avenida Paulista.

“Quero esclarecer uma coisa: em nenhum momento eu pedi para ninguém sair do camarim. Quando eu cheguei, falei com as meninas que estavam no camarim, As Donas, e abracei sua equipe. Em determinado momento, comecei a perceber que estava rolando uma discussão por conta do espaço no camarim. Assim como os meus convidados vieram comigo não ficaram comigo no camarim por conta de espaço. O pessoal da produção tinha pedido para os convidados deles também não ficarem”, explicou.

E acrescentou, dando mais detalhes sobre o ocorrido: “Quando eu vi alguém da equipe delas já mais alterado, me levantei e falei: ‘Não quero briga, vamos respeitar as respectivas equipes, todos ficarão felizes nesse camarim e vamos beber’. Minha mãe no mesmo momento: ‘Vai todo mundo ficar aqui, gente, está tudo bem’. As meninas me deram a mão e tudo ficou bem”.

“Fui, fiz o show e quando voltei para camarim minha assessora veio correndo e falou: ‘Olha isso’. Foi quando eu vi uma nota falando que tinha rolado uma briga. Falando que eu não queria dividir camarim e aquilo me indignou, porque tratei todos bem. Imediatamente fomos até eles e perguntamos: ‘Gente, vocês fizeram isso? Implantaram essa nota?’. Eles falaram: ‘Nós não’. Minha mãe: ‘Então vamos gravar um vídeo, um Stories, provando que isso aqui não é verdade’. Equipe delas: ‘Não vamos gravar vídeo nenhum com vocês’. Aí eu fiquei indignada, porque vi maldade neles”, disse Lexa.

Em outro momento do relato, a esposa de MC Guimê afirmou que membros de sua equipe foram machucados por pessoas da equipe da girl band: “Nessa hora minha mãe começou a falar que eles eram maus. Foi quando uma pessoa da equipe deles gritou: ‘Grava tudo, que vai ser bom para a gente’. E eles socaram o telefone e começaram a gravar. Foi aí que eu fiquei chateada. Eu perguntei: ‘Por que estão fazendo isso? Minha mãe ficou falando: ‘Isso é maldade, por que estão fazendo isso com a minha filha?’. Eu falava: ‘Por que estão fazendo isso? Eu tratei vocês bem, vocês sabem disso!’. Indignadas, saímos do camarim. Se tem uma coisa que me revolta é mentira. É dizer que eu fiz uma coisa que não fiz! Eles se exaltaram, minha equipe se exaltou. Eles machucaram dois funcionários meus, que revidaram“.

“No meio da confusão, pelo camarim ser muito pequeno, e todo mundo tentando apartar, acabaram de alguma forma todos se machucando. Fico triste porque não queria que isso tivesse acontecido. Obs: Eles mandaram essa nota para outros veículos pedindo nota sobre o assunto. Sinceramente, criar mídia entre mulheres brigando é triste. Isso é vergonhoso! As meninas são lindas e não precisam disso. Esse tipo de mídia não agrada. E o pior: esse tipo de mentira é lamentável. Eu só queria todo mundo feliz e juntos. Só isso”, completou Lexa.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA