Lojistas querem retirar homenagem a Paulo Gustavo de rua em Niterói

Paulo Gustavo
Placa de rua em homenagem a Paulo Gustavo vira motivo de briga em Niterói (Imagem: Reprodução / Instagram)

O Sindicato dos Lojistas do Comércio de Niterói (Sindilojas Niterói) quer que o prefeito da cidade, Axel Grael, do PDT, reverta a alteração do nome da Rua Coronel Moreira César, que no último mês foi rebatizada no nome do ator Paulo Gustavo, em homenagem ao artista vítima da Covid-19.

Presidente da entidade, Charbel Tauil disse em entrevista ao UOL que a mudança prejudicou os comerciantes da região. Ele argumentou que os lojistas precisarão arcar com custos de alterar o endereço em materiais de marketing, além de documentos das empresas.

Ele explicou que os fornecedores não fecham contratos caso o nome da rua esteja diferente no endereço de entrega e no CNPJ. “É bonito? É bonito, mas imagina mudar o seu nome? É a sua história”, declarou ele.

No dia 10 de maio, antes da aprovação da mudança, um ofício do sindicato foi enviado à Prefeitura. A entidade vê a homenagem a Paulo Gustavo como “justíssima”, mas questiona a consulta pública que a criou.

“A pergunta da consulta (‘Você concorda com a substituição do nome do Coronel Moreira César, em Icaraí, pela Rua Ator Paulo Gustavo?’) não deixava margem para nenhuma outra sugestão, praticamente direcionando o votante”, afirmou.

“A pergunta foi feita no mesmo dia da morte. Na emoção, obviamente 100% da população vai dizer sim”, reclamou o sindicato, que fez uma comparação polêmica no ofício:

“Guardadas as devidas proporções, imagine o Rio de Janeiro trocar o nome da Avenida Rio Branco, ou São Paulo rebatizar a Avenida Paulista. Pois é o que, numa escala obviamente muitíssimo menor, a Moreira César representa para Niterói”.

Paulo Gustavo morreu no dia 4 de maio, às 21h12, no hospital Copa Star, no Rio de Janeiro. Ele foi internado em março e passou mais de 50 dias lutando contra o coronavírus, mas não resistiu.

A homenagem agradou dentro e fora de Niterói, com forte apoio popular em todo o país. Questionado se lojistas reclamaram da mudança, Charbel Tauil disse que não, porque a instituição não tem esse tipo de alcance.

Além do sindicado, o Conselho Comunitário Da Orla da Baía De Niterói (CCOB) fez uma representação ao Ministério Público do Rio de Janeiro sob argumento de suposta irregularidade na mudança de nome da rua.

O MP indeferiu a representação. “Entendo inexistir fundamento para a instauração de procedimento no âmbito desta Promotoria de Justiça, uma vez que não foram identificados indícios de violação aos direitos tutelados pelo Ministério Público”, entendeu a promotora Renata Scarpa. “A alteração do nome da rua trará ainda mais visibilidade ao logradouro e, consequentemente, ao comércio”, completou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›