Luciana Gimenez sai em defesa de Bolsonaro ao falar sobre causa LGBTQ+

Luciana Gimenez
Luciana Gimenez defendeu Bolsonaro ao falar sobre causa LGBTQ+ (Imagem: Divulgação/ RedeTV!)

Luciana Gimenez já deixou claro algumas vezes que é apoiadora do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em entrevista à Veja, a apresentadora mostrou mais uma vez o seu apoio e defendeu o político ao falar sobre a causa LGBTQ+.

Inicialmente, a contratada da RedeTV! confessou que sentiu que era de sua responsabilidade levar dados de suicídio entre jovens gays, lésbicas, bissexuais e transexuais ao palco do programa. Segundo ela, o que chamou a sua atenção foi o número alto de fatalidades revelado por um estudo.

“Sempre protegi esse público. A maioria das pessoas que trabalha comigo é gay”, desabafou a titular do SuperPop, que discutirá o assunto em dezembro.

Luciana Gimenez, então, foi questionada sobre o interesse em ajudar na causa LGBTQ+ mesmo sendo uma admiradora de Bolsonaro, que é conhecido por ter feito várias declarações ofensivas a homossexuais.

“Não tenho conhecimento suficiente para falar de política, mas, na minha frente, nunca o vi desrespeitar homossexuais”, defendeu a famosa.

Porém, entre as frases polêmicas que o atual presidente disse estão “preferia um filho viciado [em drogas] do que um filho gay”; “o que esses bichas têm para oferecer, as mulheres têm e é melhor” e também “virou boiola igual maranhense” por ter bebido um refrigerante cor-de-rosa.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›