Luciano Huck
Luciano Huck criticou Jair Bolsonaro (Imagem: Letícia Gonçalves / Gazeta Online)

Luciano Huck esteve no Espírito Santo, nesta quarta-feira (14), para fazer uma palestra e aproveitou para alfinetar o Governo Federal. De olho nas eleições de 2022, o titular do “Caldeirão do Huck”, da Globo, mostrou-se oposto ao que Jair Bolsonaro vem declarando à imprensa.

O marido de Angélica disse que a atual gestão do Palácio do Planalto não representa renovação e “um novo roteiro” para o Brasil precisa ser escrito. “Com todo respeito a esse governo. Esse governo foi eleito de maneira democrática. Mas eu não acredito que a gente está vivendo o primeiro capítulo da renovação. Para mim, a gente está vivendo o último capítulo daquilo que não deu certo”, destacou Huck.

Em outras farpas apontadas para o presidente, Luciano Huck citou uma de suas várias experiências pelo Brasil, durante suas gravações para o “Caldeirão”, e deu seu testemunho sobre ter conhecido brasileiros que passam fome. A declaração soou, diretamente, como uma crítica ao que Bolsonaro falou, em julho deste ano, sobre ser “uma grande mentira” a afirmação de que há pessoas que não têm o que comer no país.

“As pessoas passam fome. Não vi em uma casa. Em dezenas, centenas de casas. E tem gente que diz que não se passa fome no Brasil. Não tá vendo? No Brasil, tem 7 milhões de brasileiros que vivem com menos de R$ 2 por dia. É justo? Não é“, disparou Huck.

O apresentador da Globo estava acompanhado pelo ex-governador capixaba, Paulo Hartung (sem partido), e por Eduardo Mufarej, criador do movimento RenovaBr, patrocinado por Huck.

De olho nas eleições presidenciais de 2022

Luciano Huck ganhou destaque no cenário político nacional e teve seu nome cogitado à presidência da República em 2018, mas optou por não se lançar como candidato após a Globo declarar que, caso o apresentador colocasse seu nome à disposição de algum partido com tal intuito, seria desligado do canal.

A ligação de Luciano e o ex-governador do Espírito Santo vem de algum tempo. O comunicador afirmou, inclusive, que Hartung é o seu “mestre Myiagi”, em menção à personagem da série de filmes “Karatê Kid”.

Huck e Hartung fariam, na ocasião, uma dupla pela disputa da cadeira presidencial contra possíveis nomes que estariam no páreo como o ex-presidente Lula, Geraldo Alckmin, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes, Marina Silva, dentre outros. Após a Globo tomar uma posição, Huck adiou seu objetivo político.

Discurso político

Em suas falas, Huck não poupou palavras para discernir o que vê pelo Brasil em suas gravações para a TV. Ele ainda disse que vê com incômodo o país que nunca alcançou seu futuro prometido. Sem citar uma possível candidatura, Luciano avisou que não quer ser passageiro “de um Brasil cada vez mais desigual” e que “não tem projeto“.

A gente pode juntar todos os filantropos, todas o terceiro setor, a mídia, juntar quem quiser. A gente pode dobrar 0,2% o PIB de doações, mas não vai mexer no tamanho da desigualdade. Quem tem o poder de mexer é o governo. E o governo é gerido por políticos. Então, a nossa geração precisa qualificar os políticos“, disparou o apresentador.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA