Luiza Brunet desabafa sobre violência doméstica e cita filho como exemplo

Luiza Brunet relembra caso de violência doméstica e faz desabafo (Imagem: Reprodução / GNT)

Após ter sido vítima de violência doméstica no antigo relacionamento, Luiza Brunet não tolera nenhum tipo de atitude semelhante com outras mulheres.

Durante entrevista ao Saia Justa, no GNT, na última quarta-feira (14), a artista falou sobre a importância das denúncias contra agressões, bem como o apoio da sociedade para acolher pessoas que passam por esse tipo de problema.

No bate-papo, ela ressaltou que é uma mãe que seria capaz de denunciar o próprio filho se soubesse de algo relacionado à alguma violência.

“Que exemplo posso dar para os meus filhos se não tomasse a atitude que tomei? Tem que quebrar o ciclo para que a Yasmin [Brunet] não suporte também violência, para que meu filho [Antonio Brunet] não faça isso com as suas mulheres. Falo para ele assim: ‘Se você agredir sua mulher, eu vou denunciar você’. Ele fala: ‘Não, mãe, pelo amor de Deus, já sei que não pode‘”, contou.

Ela seguiu o posicionamento dizendo: “Tá mais do que sabido que não pode, sou uma mãe que denunciaria meu filho caso ele fizesse qualquer coisa fora do padrão“.

A violência doméstica é muito democrática. Demorei um pouco para tomar uma atitude, embora já tivesse sido agredida anteriormente. Quando fui agredida em Nova York, achei que ali era o momento de parar isso, pois estava em um crescente, estava me fazendo mal e me machucando de todas as formas“, complementou.

A atriz ainda relembrou o momento em que decidiu dar um basta na situação: “Comecei a revisitar minha história, por que estava nesse relacionamento se me considero uma mulher bacana, legal, honesta, todas as qualidades? Por que estou aturando isso em um relacionamento de quase cinco anos, maduro. Rompi esse relacionamento lá em Nova York, dentro do apartamento em que apanhei, ali acabou”.

Para quem não lembra, em 2016, Luiza acusou o empresário Lírio Parisotto de agressão. O caso aconteceu nos Estados Unidos e resultou na quebra de quatro costelas da artista. Após a denúncia, o rapaz foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo no ano seguinte. Ele recorreu da decisão, mas perdeu novamente na segunda instância, em 2019.

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›