Mãe de Paulo Gustavo faz desabafo emocionante sobre morte do filho e pandemia

Paulo Gustavo
Mãe de Paulo Gustavo chora em entrevista ao Fantástico (Imagem: Divulgação/ Globo)

Dona Dea Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, se emocionou e desabafou primeira vez sobre a morte do filho, vítima de complicações da covid-19, durante entrevista concedida ao Fantástico, da Globo, neste domingo (9).

“Eu fiquei durante 53 dias rezando, pedindo a Deus que me desse força. A gente só espera que uma mãe vá na frente. Eu não estou bem, mas eu rio. Então, eu tenho que ter força (…) Na pandemia, cada morte de um filho eu chorava por essa mãe, sem saber que o meu filho ia por isso”, afirmou ela, emocionada.

Déa relembrou os últimos momentos do ator no hospital, ao lado também de Júlio e Penha, pai e madrasta de Paulo Gustavo, de Juliana, a irmã do ator, e de Thales Bretas, marido dele.

“A gente foi chamado no hospital porque ele teve morte cerebral. E nós quatro, Juju, Júlio, eu e Penha, ficamos ali. Juliana com uma mãozinha dele, eu na outra. O Thales no pé e o Júlio fazendo carinho na cabeça. Eu chamei Penha, vem cá Penha, segura aqui comigo porque você também participou da vida dele”, contou a mãe do comediante.

A inspiração de Paulo para a criação da Dona Hermínia ainda lembrou: ”Cantamos a oração de São Francisco, porque ele sempre pedia desde pequeno para eu cantar a oração de São Francisco e eu cantava”.

O pai lembrou no Fantástico que os batimentos foram caindo durante a oração: “A frequência foi caindo, caindo. Até ficar piscando [o aparelho]”. “Aí parou, nós fechamos a cortina e saímos”, completou ele.

Dona Déa também aproveitou o momento para comentar sobre o carinho que o humorista recebeu enquanto esteve internado: “Eu quero agradecer o povo brasileiro, todo esse apoio que eles me deram de oração. Eu não sabia do tamanho que meu filho representava, ele passou que nem um cometa pela vida”.

Ela ainda lembrou sobre a idealização da personagem Dona Hermínia: “Ele falou assim: ‘Eu vou escrever uma peça, eu vou ficar rico, vou falar tudo de você, essas maluquices. Assim nasceu Minha Mãe É Uma Peça. Mas eu não sabia como seria essa mãe. Quando eu olhei aquilo eu botei a mão na cabeça e falei: ‘Isso não vai dar certo, Paulo Gustavo'”.

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›