Maisa Silva abre o jogo e dá detalhes sobre alimentação vegetariana

Maisa Silva
Maisa Silva falou sobre sua mudança de hábitos (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Maisa Silva decidiu usar as suas redes sociais, nesta terça-feira (7), para revelar aos seguidores que passou pelo processo de se tornar vegetariana. A apresentadora do SBT ainda destacou que segue o estilo de vida ovolactovegetariano e, por isso, não come carne, frango ou peixes.

“O nome do meu estilo é ovolactovegetariano, ou seja, eu não como carne, mas eu como derivados dos animais, como o mel, ovo, o leite, laticínios. Eu só não como carne mesmo”, destacou a famosa.

Ela salientou que, em 2017, parou de comer produtos embutidos como salsicha, presunto e mortadela. “Parei depois de ter assistido o filme Okja e me deu meio que um estalo e daí fiquei com dó dos bichinhos. Aí fiquei um mês sem comer carne, em fevereiro de 2018, e tirei como conclusão que ficaria ‘de boa’ sem carne vermelha”, refletiu a artista.

No entanto, Maisa Silva confessou que voltou a comer carne, frango e peixe. Porém, sete meses depois, em setembro, ela começou a se sentir mal.

“Fiz alguns exames. Descobri que eu não era intolerante a lactose, apesar da minha barriga ficar estufada e até vomitava. Quando cortei a carne, parei de passar mal. Então, saudades de comer um bife, uma picanha? Sim, mas eu não vou continuar comendo carne vermelha se me faz mal”, contou.

Segundo ela, a decisão de parar de comer qualquer tipo de carne de origem animal se consolidou em agosto do ano passado, quando deixou os peixes e frutos do mar de lado. “Mas essa é a minha experiência. Meus pais comem carne, meus amigos, e não passam mal. É a minha experiência, tá?”, frisou.

A apresentadora esclareceu que está substituindo as proteínas da carne por legumes que tenham a mesma quantidade do nutriente. Maisa também disse que virou vegetariana com “total responsabilidade”, com apoio de uma nutricionista, e que os familiares seguem se alimentando normalmente.

“Quando eu sento para comer com meus pais e eles comem carne, não sinto nojo ou enjoo. Eu respeito e não fico impondo pra ninguém que as pessoas têm que parar de comer carne. Eu acho mais saudável? Sim, mas respeito todos”, garantiu.

“Além dos benefícios para a saúde, estou muito mais ligada às questões ambientais e tenho mais empatia pelos animais. Apesar de não ser vegana, eu me apeguei muito a causa e descobri novos sabores. A gente é educado a comer de uma forma muito quadrada e a pensar que tudo o que é vegetariano é caro ou ruim, sendo que não”, acrescentou.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.