Maisa Silva detona cultura do cancelamento que pune uns e protege outros

Maisa
Maisa desabafou sobre situação que a tem incomodado (Imagem: Reprodução / Globoplay)

Dias depois de Gabriela Pugliesi ser detonada e “cancelada” pela internet, após promover uma festinha com amigos em pleno período de pandemia, Maisa Silva fez uma crítica bastante pertinente em seu perfil no Twitter.

Na ocasião, ela detonou a cultura do cancelamento, que pune e tenta excluir determinadas pessoas por erros específicos, mas fecha os olhos para o mesmo erro, caso ele tenha sido cometido por uma pessoa que a maioria dos internautas gosta.

Em seu perfil no Twitter, a contratada do SBT declarou: “Só tô chocada que parece que escolhem quem vão cancelar por furar a quarentena. Eu tô me sentindo assim por respeitar e ver tanta gente fazendo cagada e ninguém ligando”.

Os fãs concordaram e citaram artistas que estão fazendo coisas parecidas e não são apontados. “A ungida Rafa Kalimann pode fazer até uma festa que não cancelam ela”, disparou uma internauta, referindo-se ao dia que ela saiu de casa para comandar a live de Naiara Azevedo.

“Rafa Kalimann, Neymar, Gusttavo Lima… Todos furando a quarentena e ninguém fala nada”, criticou mais uma. “Sensata. Não aguento mais ver gente furando a quarentena pra ver o namorado(a), e depois posta que está seguindo tudo a risca. Me poupe”, apontou outra.

“Só lascaram com a Pugli. Porque o tal do MC Kevin tá sendo venerado por vários”, escreveu uma quarta. “Quando convém, o pessoal arruma justificativa até em Marte pro que a pessoa fez, agora quando não convém, coitada da pessoa, massacrada até não querer mais!”, comentou ainda outra.

Confira:

 

Publicitário e Jornalista de Celebridades, Lucas Medeiros compartilha todos os dias o cotidiano dos famosos de maneira leve, original e divertida. Acompanhe tudo clicando aqui!

WordPress Lightbox