Maju Coutinho relata pânico em voo: “Gritaria que logo culminou em histeria”

Maju Coutinho relatou nas redes sociais o pânico que passou ao lado de centenas de passageiros dentro de um avião prestes a decolar de Paris rumo ao Brasil. A responsável pela previsão do tempo do “Jornal Nacional” contou que a “gritaria” virou “histeria” no voo.

Maju Coutinho

Maju Coutinho revela desespero em avião (Imagem: Divulgação)

Maju Coutinho relatou nas redes sociais o pânico que passou ao lado de centenas de passageiros dentro de um avião prestes a decolar de Paris rumo ao Brasil. A responsável pela previsão do tempo do “Jornal Nacional” contou que a “gritaria” virou “histeria” no voo.

Em seu perfil no Instagram, Maju deu detalhes. “O avião deveria sair de Paris às onze da noite, mas pouco antes da partida, o comandante avisou que havia um problema eletrônico que levaria quarenta minutos para ser resolvido”, escreveu ela.

Passado o tempo previsto, veio um novo aviso: era necessário esperar mais trinta minutos para a reiniciar o sistema eletrônico do avião”, disse Maju.

No terceiro comunicado, quase duas horas depois do início do problema, o piloto disse que tudo estava solucionado e decolaríamos assim que a torre de controle autorizasse. Porém, antes de finalmente decolarmos, uma passageira jurou ter visto fogo em uma das turbinas do avião e acabou incendiando grande parte da galera que já estava inflamada de tanto stress”, relembrou a jornalista.

Reclamações, então, viraram gritaria que logo culminou em histeria”, continuou. “Eu recorri à respiração que faço em minhas meditações diárias para manter o mínimo de serenidade e sanidade“, completou. Após a histeria, o voo foi cancelado e todos os passageiros passam bem.

Dormir para não surtar e rir pra não chorar: a sabedoria do passageiro do voo 8101. (PARTE 1) Conheci um sábio japonês de Tókio no voo 8101 Paris-São Paulo. Ele não tinha pinta de Senhor Miyagi, personagem do filme Karate Kid. Koh Akiyama, esse era o nome do japonês do voo, parecia mais com Jackie Chan, o famoso ator honconguês que muitas vezes me fez rir com seus filmes de Kung Fu. Para mim, Jackie Chan é o Didi Mocó das artes marciais. Por falar em Didi e em cinema, o voo que peguei teve cenas de comédia e de terror. O avião deveria sair de Paris às onze da noite, mas pouco antes da partida, o comandante avisou que havia um problema eletrônico que levaria quarenta minutos para ser resolvido. Passado o tempo previsto, veio um novo aviso: era necessário esperar mais trinta minutos para a reiniciar o sistema eletrônico do avião. No terceiro comunicado, quase duas horas depois do início do problema, o piloto disse que tudo estava solucionado e decolaríamos assim que a torre de controle autorizasse. Porém, antes de finalmente decolarmos,uma passageira jurou ter visto fogo em uma das turbinas do avião e acabou incendiando grande parte da galera que já estava inflamada de tanto stress. Reclamações, então, viraram gritaria que logo culminou em histeria. O TEXTO CONTINUA NO PRÓXIMO POST.

Uma publicação compartilhada por majucoutinhoreal (@majucoutinhoreal) em

Saiba Mais:

Sabrina Sato faz descoberta curiosa sobre a gravidez

Após treta na TV, Lívia Andrade publica indireta no Instagram

Da Redação
Escrito por

Da Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.