Marcelo de Carvalho ataca Globo e Folha, cita Lázaro e defende Bolsonaro

Marcelo de Carvalho
Marcelo de Carvalho faz ataque contra a Globo e Folha de S. Paulo (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

Marcelo de Carvalho não poupou críticas ao trabalho da Globo e da Folha de S. Paulo na cobertura da CPI da Pandemia e, mais precisamente, as notícias envolvendo diretamente o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

No Twitter, o dono da RedeTV! perdeu a paciência e ironizou o fim do cerco contra Lázaro Barbosa, serial killer morto após troca de tiros com a polícia no interior de Goiás.

“Segundo a Globo, Lázaro morre de Covid e a culpa é de Bolsonaro que vai ser convocado pela CPI para explicar. Segundo a Folha, cidadão de bem sobre o qual pairavam suspeitas é exterminado covardemente pela polícia”, ironizou.

No tweet, ele compartilhou a notícia da morte do criminoso produzida pelo site de notícias da sua emissora. O ataque do empresário rendeu críticas de internautas.

“Segundo a Rede TV, o governo encheu o Brasil de vacinas antes que todo mundo, não há suspeita de corrupção na compra de vacinas mequetrefes, Bolsonaro é um democrata e Marcelo de Carvalho tem um programa de TV porque é um fantástico comunicador e não porque tem de uma concessão”, ironizou um.

“Jornal Nacional – 30 pontos de audiência. RedeTV News – 1 ponto de audiência. Globo – 13 bilhões de faturamento anual. RedeTV! – 200 milhões de faturamento anual. Globo – Jornalismo isento. RedeTV – Assessoria de imprensa do Bolsonaro. Controla essa inveja, Marcelo!”, disparou outro.

“Conta para gente do processo contra a sua rede e Sikêra Jr por homofobia, Celinho. 10 milhões está pouco”, cutucou mais um. Quem também direcionou a conversa sobre a polêmica envolvendo Sikêra Jr foi Felipe Andreoli, apresentador do Globo Esporte SP. “Segundo a RedeTV! a comunidade LGBT é uma raça desgraçada. Realmente tem horas que é melhor ficar calado”, rebateu.

O MPF do Rio Grande do Sul entrou com uma ação contra Sikêra e a RedeTV! em razão da fala preconceituosa do jornalista no Alerta Nacional da última sexta-feira (25). Na edição ao vivo, o apresentador chamou a comunidade LGBTQIA+ de “raça desgraçada”. O órgão pede R$ 10 milhões das duas partes por danos morais coletivos.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›