Marcos Veras
Marcos Veras soltou palavrão ao comentar censura de livros LGBT na Bienal (Imagem: Reprodução / Globo)

Convidado do “Encontro com Fátima Bernardes” desta segunda-feira (9), Marcos Veras deixou escapar um palavrão durante a sua participação ao comentar o caso da censura a livros com temática LGBT na Bienal do Livro pela prefeitura do Rio de Janeiro, durante o último fim de semana. 

“Muita gente falando em nome de Deus, e eu acho que essa galera não entende o que significa Deus”, iniciou o ator, expondo a sua opinião sobre instituições religiosas que se posicionam sobre o tema reproduzindo ideais homofóbicos. “Eu costumo dizer que Deus tá puto. Desculpa falar isso de manhã e ao vivo”, afirmou, após perceber a gafe. 

O humorista ainda acrescentou: “A imagem que eu tenho de Deus é Ele lá em cima [no Paraíso] falando assim: ‘Caramba, vocês não entenderam nada'”. “Tem gente falando em nome Dele, falando de amor, quando na verdade prega ódio, discordância, preconceito”, continuou. 

“Isso que o prefeito fez nos últimos dias é homofobia, e isso sim é crime. Não dois personagens de uma história em quadrinhos se beijando”, concluiu Veras. 

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos