Marina Ruy Barbosa deve estrelar Paraíso Perdido, série do Globoplay

Marina Ruy Barbosa
Marina Ruy Barbosa é cotada para Paraíso Perdido; produção do Globoplay toma obras de Nelson Rodrigues como base (Imagem: Estevam Avellar / Globo)

Autores de O Rebu (2014) e Onde Nascem os Fortes (2018), George Moura e Sergio Goldenberg preparam um novo projeto para o Globoplay. Trata-se de Paraíso Perdido, série baseada em quatro peças de Nelson Rodrigues, que, assim como Verdades Secretas 2, terá 50 capítulos. O elenco deverá contar com Marina Ruy Barbosa. Já a direção artística está em aberto.

De acordo com informações da jornalista Patrícia Kogut, de O Globo, Marina deverá interpretar uma das protagonistas da trama. Já José Luiz Villamarim é dúvida. O antes comandante artístico da produção agora responde pelo departamento de Dramaturgia. Villamarim, substituto de Silvio de Abreu, foi designado para o cargo após a ida de Ricardo Waddington para a direção de Entretenimento.

Paraíso Perdido compreenderá personagens de A Mulher Sem Pecado (1941), Os Sete Gatinhos (1958), Bonitinha, mas Ordinária (1962) e Toda Nudez Será Castigada (1965). ‘Gatinhos’ foi adaptada para o cinema em 1980; ‘Nudez’ também, em 1972. Já ‘Bonitinha’ ganhou três versões para a telona – 1963, 1981 e 2013.

A Mulher Sem Pecado compreende a loucura de Olegário, que desconfia da fidelidade da esposa Lídia, de moral ilibada. Já Os Sete Gatinhos retrata a família Noronha, com quatro irmãs que se prostituem para garantir a educação e o dote da caçula, a endiabrada Silene.

Em Bonitinha, mas Ordinária, o foco está em Edgard, que deve unir-se à filha do patrão, Maria Cecília, após esta revelar a violência sexual que sofrera por parte de cinco homens. Por fim, Toda Nudez Será Castigada traz a obsessão de Serginho pela madrasta Geni e o ciúme que tem do pai, Herculano.

George Moura e Sérgio Goldenberg vão encaixar tais enredos nos dias atuais. De todas as adaptações de Nelson Rodrigues exibidas pela Globo, apenas O Homem Proibido (1982) foi encaixada na contemporaneidade; Meu Destino é Pecar (1984) não identificara a época em que era ambientada.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›