Moacyr Franco lamenta ter história na TV esquecida e defende Sérgio Reis

Moacyr Franco
Moacyr Franco desabafa sobre carreira e situação de Sérgio Reis (Imagem: Reprodução / SBT)

Uma das estrelas da nova temporada de Segunda Chamada, Moacyr Franco comentou sobre a sua carreira, exaltou o seu novo trabalho na Globo e se manifestou pela primeira vez sobre Sérgio Reis, alvo de inquéritos depois que deu voz aos atos antidemocráticos do início do mês.

“Achei uma pena (artistas terem desistido de participar do novo disco do artista), porque o Sérgio não é isso. Ele é uma pessoa muito legal, companheiraço, preocupado com os outros. Depois, é um homem já doente…”, avaliou ele, que pediu para que o assunto política não fosse abordado. “Estou evitando tocar nesse assunto. É um momento de mexida, tempos de balanço”, desconversou ao jornal O Globo.

Moacyr Franco falou com certo grau de tristeza sobre o fato de ter que “provar para os filhos” que existiu e foi um dos pilares da TV em seus primeiros anos. “Chega uma hora em que tudo se perde. Ninguém fala de mim, do meu passado glorioso. Nunca fui muito comentado”, lamentou.

O desabafo dele veio com uma história: Moacyr recebeu de Bruno Mazzeo uma reportagem da Revista Intervalo, de 1963, sobre o sucesso do seu programa, Moacyr Franco Show, na TV Excelsior. Assim que recebeu a publicação, Franco enviou aos filhos.

“Às vezes, estou no meio de uma história e me dá uma vergonha danada, porque eles pensam que estou mentindo. Aí falo, ‘pode perguntar para o… ih, morreu!’, ‘já sei, eu estava com o… morreu!’. Morreram todos! Mas não tenho lamentação, eu fui trabalhando”, declarou.

O veterano disse que perdeu trabalhos por causa da pandemia. “Ela me tirou o emprego e o direito autoral. Fecharam os botecos, onde sempre tinha uma música minha tocando. Acabou com os shows sertanejos, que cantam minhas canções. O meu show era para velho, mas os velhos morreram…”, disparou.

Sobre Segunda Chamada, Moacyr Franco vive Seu Gilsinho, um senhor que volta a estudar depois que descobre que está com Mal de Alzheimer. Em uma cena, o personagem tem um lapso e se esconde sob um móvel da Escola Estadual Carolina Maria de Jesus.

“A gente arregaçou nessa cena! Foi tão bonito que, quando terminou, nos abraçamos sem máscara e tudo”, entregou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›