Morre o ator e dublador Pietro Mário, presente na inauguração da Globo há 55 anos

Pietro Mário
Pietro Mário morreu nesta segunda-feira (31) (Imagem: Divulgação)

O ator e dublador Pietro Mário morreu, aos 81 anos, nesta segunda-feira. O artista teve a Covid-19 há cinco meses, mas se recuperou. No dia 29 de junho, porém, ele sofreu um AVC, chegou a voltar para casa para se recuperar, mas foi internado em uma casa de recuperação, onde faleceu.

Várias comunidades de dubladores profissionais, como Marcio Simões, lamentaram o falecimento do ator, que esteve presente na inauguração da Globo há 55 anos.

“Descanse em paz, meu querido Pietro! Meu agradecimento ao nosso convívio nos estúdios e nas bancadas. Meus aplausos pela sua obra e pela sua via. Lembranças do lendário Capitão Furacão. Minha saudade eterna”, escreveu Márcio, que trabalhou com o veterano na dublagem de Pocahontas.

Pietro Mário nasceu na Itália, em 1939, e fez sucesso fazendo personagens na TV como o personagem infantil Capitão Furacão. A sua última participação em novela foi em Deus Salve o Rei (2018), da Globo, na qual interpretou Patriarca da Fé.

O ator e dublador também esteve no ar nas recentes Novo Mundo e Êta Mundo Bom, exibidas originalmente em 2017 e 2016, respectivamente.

Já nas dublagens, Pietro ficou conhecido por ter feito a voz de Capitão Caverna, Rafiki, de O Rei Leão, o Governador, em Pocahontas, e Tony Soprano, da série Os Sopranos.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com