Na reta final de Nos Tempos do Imperador, Heslaine Vieira fala de vilã e novos projetos

Heslaine Vieira
Heslaine Vieira fala de vilã em novela das 18h e novos projetos (Imagem: Divulgação / Victor Pollak)

Na reta final de Nos Tempos do Imperador, Heslaine Vieira conversou com o RD1 e o papo rendeu! A atriz, destaque no folhetim das 18 horas ao dar vida à vilã Zayla, comentou sobre o desfecho que espera para a personagem, falou de como se sente, hoje, sendo referência para muitas meninas negras que a acompanham na TV.

A famosa ainda contou sobre os projetos para 2022, como gravar a segunda temporada de As Five.

Risonha e muito simples, a jovem, de apenas 26 anos, tem muitos sonhos pela frente, como o de estudar moda, dirigir (destaque que há poucas diretoras negras no mercado) e quer dar uma casa para a sua mãe (Júlia).

Veja Também

“Sou movida pelos sonhos! Alguns parecem impossíveis… Porém, desistir não é uma palavra que cabe no meu vocabulário. Jamais!”, dispara.

Confira a entrevista na íntegra:

RD1 – Nos Tempos do Imperador está em seus momentos finais. Qual o desfecho que espera para Zayla?

Heslaine Vieira – Eu adoraria que ela usasse sua força e seu lado articulador juntos em benefício do próprio povo. Apesar disso, ela continua sendo uma mulher de muitos talentos e habilidades.

O folhetim de Alessandro Marson foi o seu primeiro trabalho de época. Qual foi o grande desafio para dar vida à Zayla?

Eu sempre quis participar de uma novela de época. A Zayla foi minha companhia de quarentena, de manutenção de sonhos, de desafios. Vivi uma montanha-russa. Ela foi a personagem mais difícil que pude interpretar, foi a que me tocou em assuntos delicados… E como me doei de corpo e alma, literalmente, para contar a história dela. Fico feliz de terem confiado em mim.

Meu interesse é passar por todas as oportunidades possíveis na dramaturgia, em todos os gêneros e horários. No momento inicial, quando li a primeira sinopse da personagem, vibrei muito. Eu vi uma oportunidade perfeita de me desafiar e foi isso o que aconteceu. Um grande desafio. Uma princesa, vilã. Aprendi muito e mal posso esperar para experimentar novamente esse lugar.

Assim como Taís Araújo foi referência para você se ver na TV, hoje, o mesmo acontece com várias meninas que te acompanham. Como se sente tendo essa responsabilidade?

Eu ainda estou caminhando na carreira. Mas é uma grande responsabilidade que encaro como missão. Dá medo, às vezes, de decepcionar essas pessoas. Mas faço tudo com amor e honra. Quero muito poder um dia trabalhar com essas pessoas, dar afeto e aconselhar no que eu puder! É essa relação de carinho e proximidade que acredito!

Você sonha um dia ser diretora, certo?

Quero poder continuar contando histórias como atriz por um bom tempo, porém, tenho esse sonho de dirigir. Seria uma oportunidade de contar histórias a partir do ponto de vista feminino. Temos pouca representatividade feminina na carreira de diretora, infelizmente! De mulheres negras como destaque então… Um mesmo produto, uma mesma cena, pode ter olhares diferentes. Todos os olhares são agregadores! Tomara que um dia possa contribuir com o meu.

Que outros sonhos a Heslaine Vieira tem?

Eu tenho o sonho de estudar moda de forma mais profunda; quero dirigir e atuar fora do país. E ainda fundar uma escola de artes para distribuir bolsas – como eu recebi há quase 10 anos. Também quero dar uma casa para minha mãe (Júlia). Sou movida pelos sonhos! Alguns parecem impossíveis… Porém, desistir não é uma palavra que cabe no meu vocabulário!

Você é uma mulher bonita. O que faz para manter o corpo em forma?

Trabalhamos com a nossa imagem. Nosso corpo é um veículo de personagens para contar histórias. Então, temos que cuidar da nossa matéria-prima. Tudo começa com atividade física. Entre duas e três vezes por semana, faço exercícios em casa e corro.

Eu me encontrei nessas atividades ao ar livre e em casa durante a pandemia. Além disso, procuro me alimentar bem, com os excessos no fim de semana. Faço drenagem linfática sempre que posso e bebo, no mínimo, um litro e meio de água por dia! Tudo isso mudou à minha relação com o meu corpo, a mente e a energia!

Segue algum ritual diário de cuidados com a pele?

Faço tratamentos com a Dra. Julia, minha dermatologista, já há alguns anos. A pele negra exige um cuidado ainda maior. Então, faço alguns procedimentos com ácido, sabonetes, laser e não deixo de usar o meu protetor solar, que não sai da bolsa. E cuido da mesma forma do meu cabelo, que é minha maior expressão de identidade. A Júlia e eu decidimos juntas quais protocolos utilizar. Meu cabelo vem crescendo rapidamente e está cada vez mais forte.

O que não pode faltar nas refeições do dia a dia?

Salada, proteína e um docinho… E sou apaixonada por massa com queijo.

E o pecado de gula, qual é?

O docinho de churros (risos).

Além da nova temporada de “As Five”, quais os projetos para 2022?

Por enquanto a prioridade é a série. Quando for batido o martelo para tudo, vamos analisar as possibilidades. Tenho vontade de intercalar as novelas com cinema quando tiver oportunidade e disponibilidade.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Márcio Gomes
O carioca Márcio Gomes é apaixonado pelo jornalismo, tanto que o escolheu como profissão. Passou por diversas redações, já foi correspondente estrangeiro dos títulos da Editora Impala de Portugal como Nova Gente, Focus, Boa Forma, e editor na revista de BORDO. Escreveu para várias publicações como Elle, Capricho, Manchete, Desfile, Todateen, Shape, Seleções, Agência Estado/Estadão, O Fuxico, UOL, entre outros.
Veja mais ›