Nathalia Dill desabafa sobre ser artista no Brasil: “Uma loucura”

Nathalia Dill
Nathalia Dill tem o apoio da família em seu trabalho (Imagem: Reprodução / Instagram)

Atriz há muitos anos, Nathalia Dill sempre teve grande contato com a arte. Em conversa com a Quem, a famosa revelou que estudou em um colégio que valorizava conteúdos fora da grade convencional.

“Estudei em uma escola que alimentava muito o gosto pela arte. Era um colégio que dava o mesmo peso das disciplinas convencionais – matemática, português, ciências – às aulas de música, teatro, coral… Entrei nessa escola aos 7 anos”, recordou.

“Mais tarde, montamos nosso grupo de teatro e esse grupo me acompanhou até o Ensino Médio. Quando fui prestar vestibular, o teatro já estava tão dentro de mim que prestei para direção teatral“, afirmou a atriz, que sempre teve apoio dos familiares:

Veja Também

“Minha família sempre consumiu arte e sempre apoiou arte. Minha mãe e minha avó sempre gostaram muito de cantar. Meus pais sempre nos estimularam a fazer aulas e isso era incrível. Não tínhamos abertura para viagens e roupas da moda, mas eles gostavam de nos proporcionar diferentes aulas e cursos”.

“Minha família sempre muito incentivadora. Quando estou em cartaz com alguma peça, eles gostam de ir a todas as apresentações, não só na estreia, vão ao cinema, assistem às novelas que faço. São dedicados. E apavorados (risos)”, confessou Dill, que explicou a razão do medo da família.

“(Apavorados) com as instabilidades do meio. Ser artista no Brasil é quase uma loucura”, pontuou.

Nathalia Dill fala sobre filme

Em cartaz com o filme Incompatível, a artista ainda refletiu sobre a forma que a pandemia mostrou novas maneiras de consumir arte.

“Com a estreia de Incompatível nas salas de cinema, podemos lembrar como é gostoso ir ao cinema. A pandemia trouxe a comodidade de assistir a umas estreia em casa, mas ir ao cinema proporciona outra experiência”, disse.

“Não é só o fato da tela grande, mas a oportunidade de assistir com outras pessoas. É um cinema inteiro recebendo um filme, percebendo propostas, há um contágio de risadas. Ter pessoas reagindo ao seu lado é uma experiência diferente. Vale muito a pena ir ao cinema”, incentivou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›