Netinho reage contra decisão do autor de Milla; músico é intimado

Netinho
Netinho reagiu contra Manno Góes e tomou atitude na Justiça (Imagem: Reprodução – Instagram/ Montagem – RD1)

A polêmica entre Netinho e Manno Góes, autor do clássico Milla, ganhou um novo capítulo. O cantor decidiu reagir contra o compositor e entrou com uma ação por danos morais na 6ª Vara dos Juizados Especiais de Causas Comuns da Bahia.

O famoso tomou a atitude nos tribunais por ter sido chamado de “débil mental” pelo autor de seu maior sucesso. Segundo o G1, Netinho reclama de “condutas abusivas” e “declarações ofensivas” contra ele.

Em comunicado, o artista disse que a ação foi aberta “em decorrência das condutas abusivas, ilegais e desacauteladas praticadas reiteradas vezes desde 2019 pelo compositor, mediante declarações ofensivas feitas nas suas redes sociais e na imprensa com diversos xingamentos e palavras de baixo calão atribuídas ao cantor, sendo a mais recente, a do dia 1 de maio”.

Ele ainda pediu que o “compositor retire no prazo de 24 horas toda e qualquer postagem em suas redes sociais que sejam alusivas ao cantor ou qualquer outra forma que ele possa ser identificado e, ao mesmo tempo, que Manno Góes se abstenha de praticar qualquer outro tipo de alusão, menção, referência ou ilação ao cantor”.

Manno Góes, por sua vez, garantiu que vai conversar com seu advogado e que “a democracia existe justamente para permitir ações assim” como a do cantor, “diferente do que ele pregava” no ato, “autorizando um presidente de um regime democrático a agir como um ditador”.

“Fui convocado para uma audiência conciliatória que ocorrerá em setembro ainda. Acho justo que Netinho se utilize, por meio da justiça, de meios para demonstrar insatisfação por qualquer postagem feita por alguém. A democracia existe justamente para permitir ações assim. Bem diferente do que ele pregava no primeiro de maio, pedindo fechamento do STF e autorizando um presidente de um regime democrático a agir como um ditador”, declarou o compositor, em nota.

A polêmica teve início quando o cantor baiano entoou Milla em um ato pró-Bolsonaro na Av. Paulista, no dia 1º de maio. Manno, por sua vez, entrou na Justiça e impediu, por meio de uma liminar, que a deputada Carla Zambelli mantivesse no YouTube o vídeo que mostra a apresentação da música composta por ele no protesto.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›