No Limite: Arcrebiano nega estar apaixonado após affair com Carol Peixinho

No Limite
Arcrebiano nega estar apaixonado após affair com Carol Peixinho em No Limite (Imagens: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

Quem tem assistido No Limite, já reparou que rolou um flerte entre Arcrebiano e Carol Peixinho, comentado dentro e fora do reality show da Globo. Apesar de toda suspeita de affair, o participante da tribo Calango negou que tenha se apaixonado e falou dos perrengues desse desafio.

Saiba tudo sobre No Limite na cobertura do RD1

Bil abriu uma caixinha de perguntas nos Stories do Instagram, para satisfazer a curiosidades de seus milhões de seguidores e recebeu a seguinte pergunta: “Você se apaixonou durante o No Limite?”. A negativa veio sem muitos rodeios: “Não, meus queridos”.

Numa live recente, Angélica Ramos — a segunda eliminada — dedurou o clima de paquera entre os dois: “Super shippo Carol e Bil. Eles estão flertando. Pelo menos, quando saí, eles estavam flertando”. Mahmoud Baydound, que saiu uma semana antes, complementou: “Também shippo”.

Voltando aos vídeos que fez no Instagram, o ex-participante revelou quais foram seus maiores perrengues: “Eu sentia muita falta de um banho, escovar dente e principalmente de comer, muita comida. Tenho um problema enorme com isso. Mas lá eu consegui me reeducar, graças ao No Limite”. Vale lembrar que apesar do programa ainda estar em exibição, as gravações foram encerradas.

Arcrebiano ainda contou o que seus companheiros faziam para passar o tempo, enquanto não rolava provas ou votações: “Procurar lenha para preparar a fogueira no outro dia. Deixar tudo arrumado, se proteger sempre da chuva, mesmo sem saber o que ia acontecer”.

O capixaba contou o que fazia para limpar os dentes, já que eles não tinham alguns dos itens básicos do dia-a-dia: “Escovando dente com brasa de madeira queimada. É o maior perrengue, tudo é real”.

Na mesma rede social, Elana contou como era o banheiro improvisado de No Limite: “Era no meio do mato, era um buraco assim com cano (…) Porém tinha as madeirinhas para você colocar os pezinhos em cima, mas você tinha que ser bom de mira. Não disse do quê. E o melhor de tudo é que a gente sabia quando o amiguinho fazia número 2, porque era cada ‘pou, pou, pou’ e a gente falava: ‘conseguiu, né?”.

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›