O Auto da Compadecida confirma vocação para o sucesso em reprise

O Auto da Compadecida
Fernanda Montenegro (Compadecida) e Maurício Gonçalves (Jesus Cristo) em O Auto da Compadecida; minissérie bomba em audiência (Imagem: Divulgação / Globo)

A Globo reapresentou, entre 7 e 10 de janeiro, a minissérie O Auto da Compadecida (1999). A adaptação de Adriana Falcão, Guel Arraes e João Falcão para a obra de Ariano Suassuna ganhou nova abertura e novos efeitos especiais e de imagem. E conquistou altos índices de audiência, tal qual sua exibição original, batendo atrações veiculadas pela emissora na mesma faixa, em 2019.

De acordo com dados aferidos na Grande São Paulo, O Auto da Compadecida emplacou 26,5 de média-geral; em 1999, foram 37,8 – um ponto de audiência há 20 anos, porém, valia bem menos do que hoje. O resultado obtido coloca a reprise bem à frente de Se Eu Fechar os Olhos Agora, última minissérie da faixa, com 19,4 de média-geral.

Também acima de outros gêneros, como os realities Mestre do Sabor (17,7) e The Voice Brasil (25,1) e as séries Segunda Chamada (20,4) e Sob Pressão (22,2).

Cabe salientar, porém, que o último capítulo de O Auto da Compadecida, na sexta-feira (10), foi o de menor audiência: 25,4 pontos. O recorde positivo se deu na quinta-feira (9), 27 de média. Após o término da reapresentação, 16 para Jogo de Espiões, 10,9 com Jornal da Globo, 7,6 de Agentes da Shield, 5,7 e 5,2 para O Homem que Mudou o Jogo (2011) e O Vizinho (2008) em Corujão.

Pela manhã, destaque para o Bom Dia São Paulo, com 7,5 pontos – acima do Bom Dia Brasil (7), do Mais Você (7,3) e do Encontro (6,5). O SP1 e o Globo Esporte SP marcaram 9,8 de média. O Jornal Hoje elevou os números para 10,6 pontos; o Se Joga, contudo, derrubou para 7. Ainda, 10,9 para A Montanha Enfeitiçada (2009) na Sessão da Tarde, 21,9 com SP2 e 27,1 do Jornal Nacional.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

ALERTAS GRATUITOS