Ouro de Ítalo Ferreira faz audiência da Globo disparar 67% na madrugada

Globo
Ouro de Ítalo Ferreira rende grande audiência à Globo na madrugada (Imagem: Reprodução / Globo)

Ítalo Ferreira trouxe o primeiro ouro para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas não foi o único premiado da madrugada desta terça-feira (27). A Globo conseguiu ótimos índices de audiência com a vitória do surfista brasileiro em São Paulo, no Rio de Janeiro e em todo o país.

No horário da prova, das 3h46 às 4h22, a Globo registrou 67% mais audiência no PNT (Painel Nacional de Televisão).

Ao todo, a transmissão rendeu 5 pontos de média, dois pontos a mais que a média do horário nas quatro terças-feiras anteriores. Em share (número de televisores ligados), o número impressionou: 38%. O aumento foi de 30%.

Em São Paulo, a principal praça para o mercado publicitário, a audiência dos Jogos Olímpicos de Tóquio obteve um aumento de 25% na comparação com as quatro terças anteriores. Foram 5 pontos de média, um ponto a mais, e 38% de participação.

No Rio de Janeiro, a audiência cresceu 25% com média de 6 pontos, um a mais na mesma comparação das medições do PNT e SP, e 40% de participação. Na capital fluminense, o número de televisores ligados cresceu 23%.

Os dados são aferidos pelo Kantar Ibope Media.

O centro da audiência

A Globo apostou todas as suas fichas no primeiro ouro do Brasil assim que o resultado saiu. Depois da prova, o repórter Guilherme Pereira conversou com Ítalo Ferreira. “Eu queria que minha avó estivesse viva para ela ver isso. Para ver o que eu me tornei, o que eu consegui fazer pelos meus pais, por aqueles que estão ao meu redor”, desabafou.

“Não sei, não tenho palavras, só tenho a agradecer, realmente. É algo que eu almejei bastante, que eu sonhei. Tá lá do lado da minha cama essa frase que eu falei no início (‘Diz amém que o ouro vem’). Todo dia eu orei às 3h da manhã, pedi a Deus que ele realizasse meu sonho. E taí, meu nome está escrito na história do surfe”, celebrou.

“Eu vim com uma frase para o Japão. Diz amém que o ouro vem. E veio. Eu acreditei até o final, treinei muito nos últimos meses e Deus realizou meu sonho. Só tenho agradecer a oportunidade fazer o que eu amo, ajudar as pessoas, a minha família. Isso sou eu, fui para a água sem pressão fazendo o que eu amo”, afirmou.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›