Pai de Alok dá entrevista exclusiva ao Fantástico e relata terror vivido em Israel

Alok
Pai de Alok faz desabafo sobre tudo o que viveu em Israel (Imagem: Reprodução / Globo)

Uma semana depois de ter vivido momentos complicados no meio da guerra em Israel, Juarez Petrillo, pai de Alok, deu uma entrevista exclusiva ao Fantástico e desabafou sobre os momentos de terror que vivenciou.

O DJ presenciou os ataques do grupo palestino Hamas, pois se preparava para tocar em um festival quando o local foi bombardeado pelos terroristas.

“Já estava amanhecendo, estava a coisa mais linda, quando eu olhei a pista, eu falei: ‘Gente, é a pista mais incrível’. De repente, veio uma bomba, nessa hora, a coisa mudou“, comentou o pai de Alok.

Juarez Petrillo salientou que as mulheres entraram em pânico com a situação e começaram a geral no local.

Alok, que também estava na entrevista ao Fantástico, abriu o jogo a respeito da angústia que sentiu ao procurar informações sobre o pai.

“Eu vi por causa dos vídeos na internet, eu não conseguia falar com ele. Depois consegui falar com um amigo dele e só depois com o meu pai”, falou.

O DJ famoso ainda pontuou: “A ficha foi caindo no dia seguinte, quando a gente viu que havia mais de 250 corpos perto da área do festival. Fomos começar a entender a gravidade do ataque terrorista. Meu pai estava preso em um bunker“.

Pai de Alok faz desabafo

Juarez também disse que estava, no momento do terror, apegado às lembranças de sua família para seguir em frente. A intenção dele era escapar dos ataques.

Por fim, o pai de Alok falou que somente conseguiu “um norte” quando passou a lembrar dos seus netos.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É editor-chefe e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]