Patrícia Poeta chora no “Encontro” e explica o motivo

Patrícia Poeta
Patrícia Poeta se emocionou no “Encontro” (Imagem: Reprodução / Globo)

Patrícia Poeta chorou na edição desta sexta-feira (08), do “Encontro”, que está sob o seu comando durante as férias de Fátima Bernardes. A apresentadora não segurou a emoção ao ouvir o poeta Bráulio Bessa recitar uma poesia que tinha como tema a dor.

“Em meio às notícias ruins foi um acalento ao coração a poesia do Bráulio. Durante 20 anos de carreira, nunca tinha chorado na frente das câmeras, sempre me controlei, mas hoje ele fez todo mundo chorar”, afirmou ela.

Poeta se referia às coberturas das tragédias ocorridas nos últimos dias, como o rompimento da barragem em Brumadinho (MG), o temporal no Rio de Janeiro e a mais recente, o incêndio no Centro de Tratamento do Flamengo, que deixou 10 mortos.

“Mas o Bráulio faz isso mesmo, ele quebra recordes”, completou Lair Rennó. “A gente está vivendo um momento muito dolorido e as pessoas se aproximam pela alegria e também pela dor. Acho que a grande diferença é que o sorriso é laço e a dor é nó. Sempre haverá alguém por perto quando dói”, disse o poeta.

Cadela dá o que falar no “Encontro” e deixa Patrícia Poeta sem reação

O “Encontro” da última terça-feira (5) contou com a participação de um convidado especial. Uma cadelinha “ouvinte” participou da atração, que nos últimos dias tem sido comandada por Patrícia Poeta.

O tema do matinal da Globo envolvia o trabalho de cães ouvintes, treinados para serem o auxílio dos seus donos. Leona, cadela de Gustavo, que é deficiente auditivo, acabou dando o que falar.

Em uma situação ao vivo, Leoa tinha que alertar o dono sobre o apito de uma chaleira. No entanto, o animal de estimação ignorou o alerta. Isso fez os apresentadores mudarem de assunto na mesma hora.

“A gente temia que por ela estar num lugar diferente, estranho, com muitas pessoas falando, e muitos barulhos, ela talvez estranhasse e não ouvisse direito”, desconversou Poeta.

Mas, Leona mostrou o seu trabalho em um teste anterior, sem a presença da plateia. Ela teve que acordar o dono assim que o alarme do celular tocou.

WordPress Lightbox