Pistola, Eduardo Bolsonaro rebate desabafo de Luciano Huck e manda recado

Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro declarou contra Luciano Huck (Imagem: Reprodução / YouTube)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) decidiu reagir ao comentário que Luciano Huck fez contra ele. O apresentador da Globo saiu em defesa de Miriam Leitão e, mesmo sem citar o nome do parlamentar, desabafou.

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), então, disparou: “E eu me solidarizo com todos os inocentes que morreram nas mãos de bandidos em latrocínios, assassinatos ou tortura, sem ter sequer a chance de se defender”.

“Isto graças a política desarmamentista apoiada por Huck, que só anda com seguranças armados. A sua insensibilidade mata”, comentou Eduardo Bolsonaro.

Veja Também

A mensagem dele foi feita após Luciano Huck declarar: “Vou até parar, a Miriam fez aniversário na última quinta-feira (7), e Miriam Leitão nessa semana foi covardemente atacada nas redes sociais”.

“Uma mulher que foi torturada grávida durante o Regime Militar e tem gente que tem coragem de debochar dessa história. Então, ela fez aniversário nessa semana e eu mando um beijo carinhoso para Miriam Leitão”, disparou o global.

No domingo passado (3), ao divulgar no Twitter sua coluna no jornal O Globo, Miriam Leitão escreveu: “Qual é o erro da terceira via? É tratar Lula e Bolsonaro como iguais. Bolsonaro é inimigo confesso da democracia. Coluna de domingo”.

Eduardo Bolsonaro, então, comentou: “Ainda com pena da cobra”. A fala dele foi uma referência à prisão da jornalista por agentes do governo durante a ditadura.

Eduardo Bolsonaro piora a sua situação

Em sua defesa, ele compartilhou um vídeo no qual faz críticas à imprensa. Segundo ele, “sobre a questão da cobra, existe apenas a palavra da Miriam Leitão dizendo que isso ocorreu”.

Na gravação, o parlamentar ainda mostrou manchetes de reportagens e colunas de vários veículos e afirmou que “se eles de fato se preocupassem com uma democracia saudável, com o combate ao discurso de ódio, eles não se indignariam com chamadas de jornais como essas?”.

“Não estão realmente preocupados com um tuíte que eu dei e que eu possa ter ofendido a Miriam Leitão, estão preocupados em sair como vítimas e colocar em mim a pecha de torturador, de ser extremista, quando na verdade é justamente o contrário”, comentou Eduardo Bolsonaro.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›