Planos sobre substituto de Louro José no Mais Você esfriam na Globo

Ana Maria Braga
Substituição de Louro José segue indefinida (Imagem: Reprodução / Globo)

Desde a morte de Tom Veiga, interprete do Louro José,  vítima de um AVC, muito se questiona sobre o que será feito com a vaga deixada pelo papagaio mais famoso do Brasil no Mais Você. Há alguns meses, cogitou-se a ideia de colocar um substituto no lugar do personagem, mas parece que a ideia não saiu do papel.

Segundo o colunista Flávio Ricco, o assunto não é mais comentado nos bastidores do matinal, o que possivelmente indique uma desistência sobre o assunto. O espaço do mascote de Ana Maria segue vazio, no mesmo lugar.

Especulou-se que a nova escolha não fosse um papagaio, para não haver associações. Mas também surgiu a hipótese de escolher um Louro mais novo, que seria um filho da versão original.

Em abril, durante entrevista a Fernanda Gentil, no Se Joga, Ana foi questionada sobre a possibilidade de substituir o personagem na atração, ela, então, ressaltou: “Eu estou com o espaço dele aqui. Tenho que te confessar que ainda não sei. Eu espero que, quando isso acontecer, a gente possa se falar de novo“.

Atualmente, a cadelinha Paçoca faz companhia no estúdio, mas a spitz alemão não é seu único animal de estimação.

“Costumo dizer que os cachorros são uma extensão da minha relação emocional. Para mim, eles são amores, uma companhia. O meu aconchego, a Paçoca, que percorre o estúdio do programa, fica 24 horas comigo. Em casa, tenho a Peppa, uma linda pastor italiano, e agora o Cappuccino, um São Bernardo de apenas quatro meses, que veio para integrar a família Mais Você”, contou em sua participação no podcast Bichos na Escuta, da jornalista Giuliana Girardi, no Globoplay.

Durante o bate-papo, a loira relembrou os animais que teve no passado, a exemplo da cadela Belinha, antiga companheira do programa. Além de outros cães, ela tem um papagaio de 30 anos, que vive em sua fazenda, e foi a inspiração para o Louro José da atração:

O nome Louro José foi uma homenagem ao meu pai e ao meu filho. Meu pai se chamava José e meu filho é Pedro José. Ou seja, nada mais justo que papagaio se chamasse Louro José Braga. (Para o programa) queria um bichinho que interagisse comigo, falasse comigo. O cachorro e o gato não falam, por exemplo. Chegamos à conclusão de que deveria ser o papagaio e com o mesmo nome do meu de estimação”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›