Rachel Sheherazade acusa Silvio Santos de assédio e censura em processo polêmico

Rachel Sheherazade enfrenta Silvio Santos na Justiça (Imagem: Divulgação / SBT)

Rachel Sheherazade deixou muita gente surpresa ao abrir um processo milionário contra o SBT e Silvio Santos. Agora, novas informações sobre a causa acabam de vir à tona, segundo informações obtidas pelo Notícias da TV.

Ela foi demitida em agosto de 2020 e, segundo o processo de 522 páginas, a jornalista exige R$ 20 milhões, alegando que nunca recebeu nenhum direito trabalhista, como férias remuneradas e 13º salário.

Além disso, Rachel acusa Silvio Santos de assédio moral e humilhação em rede nacional, alegando que foi vítima de censura e boicote por parte da chefia de Jornalismo da emissora.

Foram citados episódios que aconteceram ao longo dos nove anos e sete meses em que ela trabalhou na empresa, como quando, no evento do Troféu Imprensa realizado em 2017, ela se sentiu humilhada em rede nacional.

“Eu te chamei para você continuar com a sua beleza, com a sua voz, foi para ler as notícias, e não dar a sua opinião. Se quiser falar sobre política, compre uma estação de TV e faça por sua própria conta”, disparou Silvio, na ocasião.

Ele é acusado de ter tomado uma “atitude nitidamente machista, [que] colocou a figura feminina numa posição em que a beleza física é supervalorizada em detrimento dos atributos intelectuais”.

Outra situação destacada foi quando ela foi afastada do SBT Brasil após um pedido de Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, patrocinador do canal, que não gostou de suas publicações nas redes sociais:

“Silvio Santos a afastou da apresentação do telejornal SBT Brasil, como nítida forma de punição em razão de seus comentários e opiniões, bem como reduziu seu espaço no ar”.

É apontado ainda um e-mail enviado por José Roberto Maciel, CEO do SBT, em 2014, quando Rachel pediu afastamento do trabalho para se submeter a uma cirurgia, mas ele ordenou que ela revisasse a linha editorial do SBT.

Foi pedido que ela revisse seu posicionamento político nas redes sociais e reduzisse o tom agressivo nas críticas que fazia à Dilma Rousseff, pois isso envergonhava ele e muitos dos colegas de trabalho.

A lista de assédios é somada ao pedido de uma indenização milionária de R$ 20 milhões de indenização, que detalha itens que foram suprimidos de seus ganhos nos quase dez anos em que trabalhou no SBT como PJ.

A primeira audiência do processo está marcada para o dia 3 de agosto, às 10h10. Hermano Henning, que também processou a emissora, será uma das testemunhas.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›