Rachel Sheherazade detona Bolsonaro após presidente vetar compra de vacina chinesa

Rachel Sheherazade
Rachel Sheherazade lamenta decisão de Bolsonaro (Imagem: Reprodução – SBT – Globo / Montagem – RD1)

A declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a Coronavac, a vacina chinesa em parceria com o Instituto Butantã, não só deixou o país indignado como provocou a revolta de milhões na internet, entre eles, Rachel Sheherazade. A jornalista entendeu que “não há uma política de saúde no Brasil”.

Na última quarta-feira (21), a ex-âncora do SBT Brasil usou o Twitter e repercutiu uma matéria sobre o ataque do Chefe do Executivo ao medicamento mais avançado em termos de segurança para o combate ao coronavírus.

“Não há uma política de saúde no Brasil. Há uma política de demagogia, obscurantismo e genocídio”, definiu a ex-contratada do SBT. Em conversa com os jornalistas, Bolsonaro disse que mandou cancelar o acordo. “Já mandei cancelar, o presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade (…) até porque estaria comprando uma vacina que ninguém está interessado nela, a não ser nós”, criticou. Chile e Indonésia estão interessados na vacina chinesa.

“Eu fico apreensiva, muito mesmo com essa pessoa presidindo nosso país. Não tenho palavras para tal. Lamentável”, desabafou uma internauta no post de Sheherazade. “Sabe aquela história que não dá pra ficar pior do que está? Então sempre da pra cavar mais”, refletiu outro.

“Há uma política de autoritarismo! Ou obedece o Capitão lunático ou cai fora”, resumiu um terceiro. “Um presidente que precisa ficar lembrando a todo instante que é o presidente, não é um bom presidente!”, analisou mais um.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›