Paulo Henrique Amorim
Paulo Henrique Amorim morreu aos 76 anos (Imagem: Reprodução)

A Record, por meio da sua assessoria de imprensa, enviou uma nota lamentando a morte do jornalista Paulo Henrique Amorim. O apresentador, afastado do “Domingo Espetacular” após mais de dez anos na revista dominical, teve um infarto fulminante na madrugada desta quarta-feira (10).

Com um texto profundo, a emissora afirmou que Paulo Henrique Amorim “foi um dos mais talentosos jornalistas de sua geração” e que deixou “um grande legado para a história da imprensa nacional”.

A Record lembrou de alguns dos inúmeros feitos do jornalista dentro e fora da emissora e, no final do comunicado, destacou que “se solidariza com os amigos, familiares e admiradores”.

Longe das grandes coberturas sobre a morte de autoridades e famosos da TV, a Record deu a notícia do falecimento do seu contratado no “SP No Ar” e no “Fala Brasil”. Ao contrário do que muitos esperavam, as pautas do “Hoje em Dia” não foram derrubadas para que a morte do jornalista fosse o centro da edição do programa.

Em comunicado, a família do jornalista Paulo Henrique Amorim agradeceu as manifestações de pesar e carinho dos colegas e amigos. O velório do jornalista será realizado nesta quinta-feira, 11 de julho, das 10h às 15h, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), rua Araújo Porto Alegre, 71, Centro, Rio de Janeiro.

Confira a nota da Record na íntegra:

“Um dos mais talentosos jornalistas de sua geração, Paulo Henrique Amorim faleceu na madrugada desta quarta-feira (10/07), aos 76 anos, deixando um grande legado para a história da imprensa nacional.

Uma parte desta história foi escrita na Record TV, onde trabalhou desde 2003 e imprimiu sua marca em quatro programas. A estreia foi na apresentação do “Jornal da Record – 2ª edição”, onde também trouxe o quadro “Conversa Afiada”, que, na época, comentava os assuntos de política e economia. O telejornal mudou de nome e passou a se chamar “Edição de Notícias”. No ano seguinte, foi criador da revista eletrônica vespertina “Tudo a Ver”, que revelou para a televisão as apresentadoras Ana Hickmann e Chris Flores. Participou do primeiro time de apresentadores da Record News no programa “Entrevista Record News – Entretenimento”. De 2006 até este ano, apresentou o “Domingo Espetacular”.

PHA, como era chamado nos bastidores da TV, ficou famoso pelo seu bordão “Boa noite, Boa sorte!”, que admitia ter trazido de um apresentador da televisão americana da CBS chamado Edward Murrow, que dizia as tais palavras. Em entrevista ao portal  R7, em 2015, comentou sobre sua paixão pela profissão: “Eu nasci jornalista e vou morrer jornalista. Vou morrer diante das teclas do computador”. Paulo Henrique deixa esposa, uma filha e dois netos.

A Record TV lamenta profundamente o falecimento de Paulo Henrique Amorim e se solidariza com os amigos, familiares e admiradores. A todos, nossas sinceras condolências.”

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!