Record e PT colocam ponto final em guerra e paz é selada após 2 meses

Guinho Santos

Revisado por: Luiz Fábio Almeida

14/04/2024

Gleisi Hofmann
PT vinha conversando com a Record há dois meses após briga (Imagem: Reprodução / Instagram)

Gleisi Hofmann esteve na sede da Record, em Brasília, no último dia 2 de abril para uma conversa definitiva a respeito da situação com a emissora.

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) vinha buscando selar a paz com o canal depois do período de afastamento durante o governo de Jair Bolsnaro (2019 – 2022).

De acordo com informações do F5, além de ter gravado uma entrevista para a empresa de Edir Macedo, Gleisi ainda teve um encontro com os diretores da TV na capital federal.

Ela se colocou à disposição para que a relação entre ambas as partes seja de forma respeitosa, como foi ao longo dos últimos anos, principalmente nos anos 2000, nos primeiros mandatos de Lula como presidente.

PT entra em acordo com a Record após fase delicada

As negociações da entrevista se iniciaram em janeiro deste ano. Antes disso, toda a cúpula do governo atual já tinha estado na Record para conversas com diretores.

Até o momento, quem ainda não esteve por lá foi Fernando Haddad, ministro da economia. No entanto, há possibilidade dele estar no canal em breve, já que a direção da empresa já conversou com a equipe dele.

O afastamento entre o canal e o PT se deu por conta do apoio de Edir a Bolsonaro durante o seu governo, algo que chegou até a Justiça. Em 2022, o partido entrou com uma ação acusando falsas reportagens da emissora que ligavam o PT ao narcotráfico.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Guinho Santos
Escrito por

Guinho Santos

Guinho Santos é formado em Jornalismo e escreve sobre o universo das celebridades há dez anos. Reality show, bastidores da TV e novelas também são seus pontos fortes. Além disso, possui experiência como Social Media e apresentador. Seu canal na web é através do Instagram @guinhosantos__.