Caminhos do Coração
“Caminhos do Coração” tem deixado a desejar na Record (Imagem: Divulgação / Record)

A escalação da reprise de “Caminhos do Coração” aos 45 minutos do segundo tempo vem mostrando-se, sem dúvidas, como um grande equívoco por parte da programação da Record.

A coluna fez um levantamento dos primeiros 30 capítulos do nebuloso folhetim de Tiago Santiago e tem uma má notícia para o canal. De 18 de março a 5 de abril, nos primeiros 15 capítulos, a trama registrou 6,4 pontos na Grande São Paulo. Desses, permaneceu na vice em 12 (80%) e perdeu para o SBT em 3 (20%).

Nos 15 capítulos seguintes, de 8 a 26 de abril, amealhou apenas 5,4 pontos, dos quais ficou em segundo em 6 (40%) e em terceiro nos outros 9 (60%). Ou seja, do primeiro intervalo para o segundo, a narrativa despencou 1 ponto na capital paulista, o equivalente a 15% de queda.

E os números só pioram. Na última quarta-feira (1º), conforme revelou o RD1, “Caminhos do Coração” bateu seu recorde negativo com 4,5 pontos. Na quinta (2), porém, uma significativa recuperação, em razão da boa entrega de “Bela, a Feia”: 6,5 pontos.

Mutantes da perdição

Até o capítulo 33, “Caminhos do Coração” dispôs de 5,8 pontos na Grande São Paulo, ante 5,4 de “Essas Mulheres”, antecessora na faixa. Todavia, o folhetim de Marcílio Moraes não contou com uma plateia tão instável quanto à do enredo de Tiago Santiago.

Que horas ela volta?

Nessas indefinições que tomam conta do Morumbi, numa das maiores e duradouras crises da Band, houve quem levantasse a opção do canal recorrer aos serviços de Márcia Goldschmidt uma vez mais. A coluna lembra do seguinte: no ano passado, a emissora chegou a propor à apresentadora, que reside em Portugal, uma atração semanal, com duas horas de duração. A ideia era que Márcia gravasse a cada 15 dias, ficando por aqui durante no máximo 1 semana. O que pegou? A questão comercial.

Indefinições

Sabe o novo “1º Jornal”, que contará com Joel Datena à frente? Então, cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém. A Band não crava e nem dá sinais de quando o jornalístico sairá do papel. O fato do departamento de jornalismo, chefiado por Fernando Mitre e André Luiz Costa, ter se recusado a tocar o projeto complicou as coisas. De certo mesmo, só o “Aqui na Band” e o novo “Jornal da Band”. Joel, inclusive, voltará a bater ponto no “Brasil Urgente”, dada a incerteza em torno do “1º Jornal”.

Tiro no pé

A troca de direção do “Fofocalizando” – sai Márcio Esquilo e entra Caco Rodrigues – não contribuiu em nada nos números do programa, pelo contrário. A Record, com “Bela, a Feia”, abriu mais vantagem sobre a concorrente.

Por que não?

Carlos Tramontina
Carlos Tramontina cobre as férias e folgas de Renata Lo Prete no “Jornal da Globo” (Imagem: Reprodução / Globo)

Carlos Tramontina é, de longe, a cara do jornalismo da Globo São Paulo. Âncora do “SP2” e do “Antena Paulista”, o jornalista, muito querido nos bastidores, há tempos não recebe da casa o devido reconhecimento pela longa lista de serviços prestados. A coluna, fã incondicional do Tramonta, faz a seguinte sugestão: por que a Globo não o promove ao “Jornal da Globo”, em dupla com Renata Lo Prete? E mais: por que Carlos não é aproveitado no rodízio do “Jornal Hoje” aos sábados, como no início dos anos 2000? Em junho de 2018, Carlos Tramontina comemorou 40 anos de Globo.

Registro garantido

A Globo renovou os direitos sobre o título “Globo Notícia”, boletim noticioso que foi ao ar entre 2005 e 2014, com vários apresentadores. Nos quase 10 anos que permaneceu no ar, o programete contou com apresentação de Evaristo Costa, Sandra Annenberg, Fátima Bernardes e Patrícia Poeta.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!