Topíssima
A atriz Camila Rodrigues, protagonista de “Topíssima”, nova novela da Record (Imagem: Divulgação / Record)

A estreia de “Topíssima”, na Record, está prevista para 21 de maio, terça-feira, logo após o “Cidade Alerta”. A informação vem do plano comercial da emissora, distribuído ao mercado publicitário e disponibilizado para consulta no site do departamento. Com previsão de 150 capítulos, a novela de Cristianne Fridman – de “Chamas da Vida” (2008) e “Vidas em Jogo” (2011) – promete trazer à tona “os conflitos da mulher moderna, independente e empoderada, além de uma instigante investigação policial repleta de reviravoltas na vida dos personagens”.

Sophia (Camila Rodrigues) é a protagonista da trama. Uma empresária “linda, elegante, dinâmica, autoconfiante, competente e milionária”, mas que, para assumir a presidência da rede de escolas e universidades privadas que administra – o Grupo Alencar – precisa cumprir uma exigência esdrúxula, imposta pela mãe, Lara (Cristiana Oliveira): casar-se no prazo de um ano. Evidente que um bom partido como Sophia desperta a atenção de inúmeros alpinistas sociais. O eleito, porém, surge num encontro casual, em meio ao trânsito caótico do Rio de Janeiro.

Trata-se de Antônio (Felipe Cunha), quarentão de origem humilde, sempre de bem com a vida, mesmo enfrentando dificuldades financeiras. Além de trabalhar como taxista, Antônio ajuda a mãe, Mariinha (Sílvia Pfeifer) a administrar o restaurante Prato Cheio, instalado no Morro do Vidigal. Antes de conhecer Sophia, o bom rapaz amargou uma desilusão amorosa “daquelas”: foi abandonado pela noiva no dia do casamento.

Em torno de Sophia e Antônio estão figuras como Paulo Roberto (Floriano Peixoto), meio-irmão de Lara, atual presidente do Grupo Alencar. O mau caráter produz metanfetaminas desde a juventude, tornando-se um pequeno traficante para indivíduos de classe média alta. O negócio conta com o auxílio de Pedro (Felipe Cardoso), policial que, junto a Paulo Roberto, pretende implicar Antônio e Sophia em investigações sobre tráfico. A protagonista, aliás, logo se torna alvo de Edevaldo (Eri Johnson), policial que se disfarça de personal stylist para vigiá-la.

O plano comercial destaca também a jovem Beca (Marcella Rica), estudante de veterinária que adota um cachorro de rua, Trombada, mascote de uma república de universitários – de potencial interesse para marcas de ração e demais produtos para pets. Antônio também poderá se filiar a um aplicativo de transporte; sua mãe, a cozinheira Mariinha, deverá surgir em cena exibindo marcas de alimentos. Já Vera (Isabel Fillardis), professora do curso de Medicina, poderá responder por merchandisings sociais, dando informações para prevenção e tratamento de doenças.

A Record ainda oferece possibilidades comerciais em ações dos personagens como compras em lojas física e online, trocas de operadora de telefonia e visitas às academias. Tipos envolvidos com redes sociais também poderão ser transformados em digital influencer, levando desdobramentos do folhetim – e consequentes anúncios – para a web. Ou em cenários como a universidade privada, no Recreio dos Bandeirantes, e um hotel de frente para o mar, na Avenida Niemeyer.

A Record também esclarece a escolha do título: “Diferentes experiências despertam diferentes sensações em cada um de nós. ‘Topíssima’ é um superlativo que potencializa as melhores emoções!”, diz o documento.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA