Record se pronuncia após acusações de machismo feito por jornalista

Record
Record se posiciona sobre acusações de machismo feito por apresentadora (Imagem: Reprodução/ Record)

A Record decidiu se pronunciar sobre as acusações feitas pela sua ex-funcionária Mariana Martins. Ela usou o perfil do Instagram, nesta terça-feira (25), para denunciar que foi vítima de machismo ao ser demitida do canal.

Para a coluna de Leo Dias, do jornal Metrópoles, a emissora declarou que a apresentadora foi dispensada por questões profissionais e não detalhou as acusações feitas por ela. Antes de entrar para o time da Record Goiás, em 2019, ela estava na TV Anhanguera, afiliada da Globo.

“De um tempo pra cá, eu passei a viver vários momentos de constrangimento. O último deles aconteceu no dia 4 de maio, em uma reunião com vários profissionais, onde me disseram que a emissora havia perdido o público C. O público C é o público alvo da Record TV. Me disseram que eu teria de me virar”, desabafou ela.

A jornalista seguiu: “Colocaram nesta reunião várias fotos minhas, das redes sociais, para todos verem. Mostraram fotos minhas de biquíni, fotos de viagens, e disseram que eu deveria mudar o meu perfil. Eu ouvi o seguinte: ‘você tem que mudar o seu perfil, a foto está muito bonita’”.

Mariana Martins contou que, por diversas vezes, foi obrigada a escutar de colegas que a sua atuação enquanto profissional seria muito sensual.

“O que fideliza o público é o jornalismo imparcial. Nós deveríamos estar aqui [nas redes sociais] discutindo o que tem conteúdo. O que eu estou falando agora, eu tenho como provar. Gravei esse vídeo para as mulheres entenderem que o que nós vestimos não nos define”, disparou.

“Tenho anos de jornalismo e sempre olho as pessoas nos olhos para fazer reportagem. Ouvir que eu tenho de passar uma imagem mais séria, não cabe. Não é porque eu postei uma foto de biquíni, que eu sou menos jornalista”, garantiu ela.

Por fim, a ex-apresentadora do Balanço Geral GO afirmou: “Se a minha matéria, se a minha reportagem é bem feita, basta. A gente não deve se calar por pressão psicológica, pressão por audiência, e ouvir o que a mulher deve ser menos do que o próximo. A gente não pode se calar diante disso”.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›