Regina Duarte diz que chorou à frente da Secretaria de Cultura

Paulo Carvalho

12/06/2020

Regina Duarte

Regina Duarte faz último post como secretária de Cultura (Imagem: Reprodução / Globo)

Regina Duarte compartilhou na madrugada desta quinta-feira (11) um vídeo no Instagram sobre o trabalho que fez à frente da Secretária Especial de Cultura nos últimos três meses. Exonerada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com uma notinha de 3 linhas, a atriz confessou que sofreu de insegurança, chorou e enfrentou crises emocionais enquanto esteve no comando da pasta subordinada ao Ministério do Turismo.

“Aqui eu tive momentos de dor, de êxtase, tive inseguranças, risos, lágrimas”, descreveu a veterana. “São troféus que eu vou levar para o resto da minha vida”, comentou no vídeo que durou cerca de 14 minutos e até o início da tarde desta quinta atingiu mais de 350 mil visualizações.

Em defesa da sua gestão, a famosa disse que aceitou o convite feito pelo presidente motivada em “contribuir com a pacificação do setor” e destacou: “Meus objetivos básicos eram ganhar confiança do governo e com isso reduzir o clima de ‘polaridade’ reinante na classe artística. Cultura combina com pluralidade, não com antagonismo”, avaliou.

“Esse bater por bater que acontece muitas vezes no meio político é extremamente prejudicial à nação e mais ainda com quem lida com o fazer cultural. Objeto da cultura é o respeito e a pluralidade. É uma atividade que deveria ser vista e tratada num terreno superior, acima da água escura da intolerância politica”, opinou a ex-contratada da Globo.

Segundo Regina, enquanto esteve no cargo apresentou projetos desenvolvidos com sua equipe. Até o momento, eles não foram implementados. “Os projetos são muito especiais para mim, porque vão ajudar o pessoal de cultura a se manter ativo, forte”, argumentou ela, que citou uma linha de crédito que disponibilizará “milhões de reais” do Fundo Nacional de Cultura, chamado de “empréstimos reembolsáveis”, e um crowdfunding para o incentivo de produções culturais pelo país, além de dois editais, um para roteiristas estreantes e outro de literatura para jovens.

“Agradeço de coração ao presidente Bolsonaro pela oportunidade de chegar mais perto de um lugar onde eu jamais pensei estar. Secretaria Especial de Cultura do meu país”, celebrou. “Saibam todos que saio da secretaria com o coração irrigado pelo carinho de vocês. Contem sempre com a minha amizade. E desculpa alguma coisa, tá? Não é assim que se fala nas despedidas?”, brincou.

“Eu ocupei por quase três meses um cargo que exigiu de mim experiência, estratégia e táticas totalmente distantes de tudo, de tudo para que eu fui preparada a vida inteira para fazer. Um enorme desafio. E de repente, gestão. Gestão pública, quem diria. Na minha vida! É a vida, essa experiência incrível”, encerrou Regina Duarte.

Confira:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma Incrível Experiência de Vida: entregas e despedida ???????

Uma publicação compartilhada por Regina (@reginaduarte) em

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo Carvalho
Escrito por

Paulo Carvalho

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e é especialista em Audiências da TV e TV aberta. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].