Diego Hypolito
Religião de Diego Hypolito teria causado crise com seu namorado, afirma site (Imagem: Reprodução / Instagram)

Depois de muita especulação popular, em maio de 2019, Diego Hypolito assumiu sua homossexualidade. Em setembro, revelou o nome de seu namorado e o relacionamento atraiu a atenção da mídia, sendo que uma possível crise foi levantada nos últimos dias.

O ginasta é evangélico e recentemente foi visto orando com Michelle Bolsonaro, primeira-dama do Brasil, e batizado na Igreja Bola de Neve, em Brasília. Vale o adendo que ele também foi fotografado ao lado de Jair Bolsonaro e causou revolta nos movimentos LGBTQ+.

Sua religião evangélica, de acordo com a coluna de Leo Dias na UOL, teria causado uma crise no namoro com o advogado Marcus Duarte, que não expunha conversão em qualquer religião até então.

Coincidência ou não, no fim de novembro, Marcus se converteu à mesma igreja de Diego e o batismo por imersão foi mostrado em curtos vídeos nas redes sociais.

Em contrapartida, Diego Hypolito se declarou para o namorado no dia do aniversário do mesmo. “Sabe aquela pessoa que você acha que não existe? Educada, prestativa e de Deus! Agradeço a Deus por ter colocado em minha vida uma pessoa que só veio para somar“, escreveu o ginasta, em parte do texto.

Confira:

View this post on Instagram

Boa tarde galera! ☀️ Hoje é niver 🎈 do @marcus__sp Sabe aquela pessoa que você acha que não existe? Educada, prestativa e de Deus! Advogado e fisioterapeuta com seus 3.5 Agradeço a Deus por ter colocado em minha vida uma pessoa que só veio para somar! Pois me ensina ver bondade em tudo e todos e sempre agir com razão, pois muitas vezes confundimos ter caridade com ser solidário! É isso que mais vejo no Marcus solidariedade, desde que o conheci aprendi que devemos julgar as pessoas não pelo o que elas falam delas e sim por suas próprias atitudes! Me fez me aproximar mais de Deus e entender mais de Jesus! Obrigação por ter paciência comigo que sou um pequeno aprendiz! Pecador querendo sempre melhorar! Te amo como pessoa incrível e generosa que é! Devemos amar as pessoas e não nos corromper com esse mundo!

A post shared by Diego Hypolito (@diegohypolito) on

Diego e Bolsonaro: repercussão negativa

Diego Hypólito abriu o jogo sobre as críticas que têm recebido por causa de um encontro que teve, recentemente, com o presidente da República, Jair Bolsonaro. Para a revista Veja, o ginasta afirmou que chegou a receber ameaças de morte.

Passei alguns dias com medo de sair de casa. Estou muito deprimido e desenvolvi síndrome do pânico. Fui ameaçado de morte, maltratado e xingado de tudo nas redes sociais. Nunca vivi nada igual, sinceramente“, comentou ele.

O famoso detalhou como recebeu as ameaças: “Depois do encontro em Brasília, estava em uma boate e precisei sair escoltado por seguranças. Um grupo de gays que estava lá começou a me vaiar, me perseguir. Alguns até tentaram me bater. Estou sentindo tanto pavor que resolvi contratar um segurança particular“.

Na entrevista, Diego Hypólito ainda esclareceu o encontro com o presidente. “A primeira-dama me mandou uma mensagem em que dizia que queria tomar um café comigo. Aproveitei que já ia a Brasília encontrar a família do meu namorado e topei. Meu objetivo era falar de esporte. No Palácio da Alvorada, ao lado de Michelle, soube que Bolsonaro gostaria de me conhecer. E foi“, disse ele.

Se o presidente da República pede para tirar uma foto, você diz o quê? Não? Sou apartidário e anulei meu voto. Honestamente, não imaginava essa onda de ódio“, disparou o famoso.

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos