Repórter do SBT revela estratégia para ficar seguro durante guerra na Ucrânia

Sergio Utsch cobre a guerra da Ucrânia e Rússia para o SBT
Sérgio Utsch cobre a guerra da Ucrânia e Rússia (Imagem: Reprodução / SBT)

Sérgio Utsch, repórter do SBT, está na Ucrânia para cobrir a guerra entre o país e a Rússia. Por meio do Twitter, o profissional revelou qual é a sua estratégia para se proteger dos ataques com base nas orientações das autoridades ucranianas.

Desde a semana passada, a Rússia invadiu a Ucrânia e vem realizando ataques em cidades do país. Segundo informações divulgadas na imprensa, mais de 800 mil pessoas já foram para os países vizinhos em busca de proteção.

Utsch disse que as autoridades ucranianas pediram para que deixem as luzes dos cômodos posicionados de frente para as ruas apagadas para não chamar a atenção de possíveis invasores.

Veja Também

“Um dos procedimentos de segurança adotados em Kiev é apagar as luzes dos cômodos posicionados para a rua. É uma precaução para não chamar a atenção e não virar alvo”, contou o jornalista.

Ainda, Sérgio disse que havia começado a nevar em Kiev, na capital do país, o que seria vantajoso para a Rússia, pois as forças de Moscou são mais equipadas para lidar com esse tipo de situação:

“Nevou durante a noite em Kiev. Ainda é pouco, mas se continuar nevando e acumular, a estratégia militar muda um pouco de perspectiva. Mais equipados, russos podem levar vantagem”. 

Repórter do SBT deixa Kiev após aumento da tensão entre Ucrânia e Rússia

Ainda no Twitter, Sérgio contou que estava deixando Kiev, após uma possível tomada pelas tropas da Rússia. Enquanto tentava se afastar da capital, o jornalista enfrentou grandes congestionamentos.

“Estamos a 100 quilômetros de Kiev. Congestionamento enorme. Estamos parados há quase uma hora. Milhares, como nós, tentam se afastar da capital”, disse o jornalista.

Já na tarde desta quarta-feira (2), o jornalista anunciou que chegou em uma cidade ucraniana que fica próxima da fronteira com a Polônia:

“Chegamos a Lviv, cidade ucraniana perto da fronteira com a Polônia. Escritório da Embaixada brasileira montado aqui vai ajudar na assistência a brasileiros que queiram sair do país. Este é o principal ponto de saída da Ucrânia no momento”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Renan Ferreira
Renan Ferreira, 21 anos, é estudante de Jornalismo e repórter do RD1. Também já escreveu para outros sites sobre entretenimento e pode ser encontrado nas redes sociais no @eurenanferreira.
Veja mais ›