Roberto Carlos ainda não tem sucessor

Globo
Roberto Carlos ainda não tem sucessor (Imagem: Divulgação / Globo)

Roberto Carlos foi um jovem que teve seu primeiro grande momento na TV no programa Jovem Guarda, aos domingos à tarde, na Record, antes da atração de Hebe Camargo.

Durante quase dois anos o programa foi um grande sucesso de audiência, mas logo depois começou a perder público e causou preocupação no diretor da emissora, Paulinho Machado de Carvalho.

A atitude de Paulinho foi radical porque tirou o Roberto do ar. Tentaram o Erasmo Carlos, que não deu certo. E deram um fim no Jovem Guarda.

Então todos achavam que seria o fim do sucesso do Roberto Carlos. Mas na época existia o maior empresário de artistas da história do país, chamado Marcos Lázaro, que bancou RC fora dos palcos por um bom tempo, até preparar sua volta magnífica usando a mesma referência de Rei da Jovem Guarda. E deu certo.

Roberto, muito bem preparado de voz e orquestra, começou a fazer shows pelo país que foram cada vez mais bem vendidos pela habilidade de Marcos Lázaro, que pode ser considerado como o grande mentor do artista, ensinando o cantor até a guardar dinheiro e fazer investimentos futuros.

Roberto então foi em frente e se tornou o maior do país. Todos os anos através dos tempos a Globo, que o mantém sob contrato, fez o especial de fim de ano com ele. RC está com 78 anos. Isso não quer dizer nada, porque ele tem boa saúde e voz, além de ser disciplinado, mantendo todas as orientações que lhe foram dadas por Marcos Lázaro.

Mas até agora ninguém apareceu que pudesse ser o sucessor do Rei. Um dia até falaram do Fábio Jr. Fábio tem boa voz, excelente interpretação, mas está longe de ter o carisma do Roberto. Simplesmente não tem.


Tiago Mind é um famoso e icônico crítico e profissional de TV. Mantém sua identidade oculta para preservar fontes.

*Suas opiniões não refletem, necessariamente, a posição do RD1.

WordPress Lightbox