Rodolfo Schneider se torna o novo chefão da Band

Rodolfo Schneider
Rodolfo Schneider ganha promoção na Band (Imagem: Kelly Fuzaro / Band)

A alta cúpula da Band, entenda-se Johnny Saad, deu novas funções para Rodolfo Schneider, diretor de Jornalismo da emissora. O executivo se tornou o novo chefão da rede de TV em meio ao período de reestruturação imposto pela direção nos últimos meses.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Schneider, diretor do departamento de Jornalismo e de Esporte, ganhou a cadeira do Entretenimento. Em cada uma das três áreas, ele acertou alguém para as funções auxiliares, de acordo com o jornalista Flávio Ricco, do R7.

Recentemente, Rodolfo Schneider e Fernando Mitre, chefe do Jornalismo, anunciaram os debates eleitorais da Band para as noites de domingo.

publicidade

Veja Também

“Criamos os domingos eleitorais que são verdadeiras maratonas eleitorais, onde nós vamos ter repórteres entrando o tempo todo até a hora do debate. E um horário que o Brasil inteiro vai poder ver o debate e depois o Canal Livre Especial com representantes dos candidatos desenvolvendo as ideias apresentando nos debates”, informou Mitre.

Rodolfo Schneider fala grosso com ministro de Bolsonaro

No segundo semestre de 2021, Rodolfo soltou o verbo contra o ministro Marcelo Queiroga por um comentário sobre a vacinação: “Ministro, ministro Queiroga, pelo amor de Deus! Primeiro o senhor citou ao longo da entrevista coletiva uma informação errada, mentirosa”.

A fake news criada foi sobre a posição da Organização Mundial da Saúde, que solicitou o início da imunização em adolescentes somente após a conclusão do processo em adultos no mundo todo.

Queiroga afirmou que a OMS não tinha recomenado a vacina para tal faixa e argumentou usando de 1500 casos de reações adversas “num universo de três milhões e meio de vacinados”, como destacou o eventual âncora – apenas 0,04% do total de imunizados.

publicidade

Schneider prosseguiu com dados mais alarmantes que os do Ministério da Saúde, como os dois mil adolescentes mortos pelo coronavírus. “Há, como todos os especialistas dizem, muito mais benefícios do que riscos”, salientou o diretor e apresentador, que criticou o “alarde completo, de maneira equivocada e irresponsável”.

“Fique em silêncio, trabalhe, ouça os técnicos, ouça a ciência, ministro Queiroga, antes que não reste mais nada da sua biografia. O senhor caminha a passos largos para ficar de mãos dados com o ex-ministro [Eduardo] Pazuello”, pontuou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.