Sérgio Mamberti foi sacoleiro de Hebe e biografia revela o que ele fez com ator da Globo

Sérgio Mamberti
Sérgio Mamberti e sua biografia (Imagem: Reprodução / Instagram)

Sérgio Mamberti morreu aos 82 anos na última sexta-feira (3), e sua biografia conta com várias histórias memoráveis de sua vida, inclusive a suas relações com Hebe Camargo (1929-2012) e José Wilker (1944-2014).

“Esse livro é de todos que conviveram uma vida comigo”, declarou o veterano na obra. Sobre Wilker, Sérgio disse que o acolheu quando ele não tinha onde ficar no Rio de Janeiro, dormindo na areia da praia no início da carreira.

Em entrevista ao Notícias da TV, ele confirmou:

“Foi no Rio de Janeiro , na primeira vez que morei lá depois do meu casamento. José Wilker estava dormindo na praia. Coitadinho, não tinha onde ficar (risos). Falei: ‘Olha, eu arrumo uma caminha para você e dá para colocar um armário lá. Você vem morar em casa’. Ele: ‘Mas eu não tenho dinheiro para te pagar’. ‘Ah, Zé, eu estou te convidando’. E ele veio. De madrugada, quando eu acordava para esquentar a mamadeira do Duda, a gente acabava batendo um papo”.

“O Zé foi um grande companheiro, um grande ator. Tenho muito orgulho de ter convivido com ele. Um grande talento. Depois, o Zé ficou poderoso, teve uma ascensão grande, e a gente se encontrava menos”, disse ainda.

“A loucura que ele tinha por cinema, eu também tenho. Ver ele falando sobre cinema sempre foi um encanto. O Zé era um cara muito inteligente. A morte dele foi prematura. Morreu muito jovem”, declarou.

Também foi vendedor sacoleiro nos anos 60, quando viajou para a Europa e trouxe várias coisas para revender no Brasil. Hebe Camargo era a sua melhor cliente e comprava tudo que podia.

“Eu trazia coisas de Londres. Tapeçarias do Oriente e tudo. A Hebe era uma grande amiga. Nós tínhamos feito uma novela. Eu chegava lá [na casa dela], abria minha sacola de sacoleiro (risos). A Hebe: ‘Ai, que lindo isso’. A Hebe era uma boa compradora. Então, ir na casa dela era uma delícia, porque eu saía de lá com a mala bem levinha (risos)”.

“A Hebe era uma pessoa muito bacana. Ela era muito amiga da Lolita Rodrigues, da Nair Bello [1931-2007] e da Laura Cardoso. Juntava essas pessoas… Nossa, o que você dava de risada. Você não acredita (risos). Eram muito bacanas. Muito loucas (risos)”, completou.

Antes de partir, ele gostaria de voltar a interpretar o Doutor Victor, do Castelo Rá-Tim-Bum, e estava planejando uma série para a internet, chamada Tempos do Doutor Victor, em parceria com a TV Cultura.

O elenco da atração, inclusive, usou as redes sociais para prestar homenagem ao artista.

Cassio Scapin, que viveu o protagonista Nino, escreveu: “Hoje partiu Sergio Mamberti. Nosso Tio Vitor! Um homem, um artista que lutou pelo progresso e desenvolvimento da nação brasileira, com as armas que tinha, a cultura e a arte! Fará imensa falta a sua força! Nosso coração doido se despede com muita dor e uma grande salva de palmas! Bravos meu querido”.

Luciano Amaral também se declarou ao famoso: “Perdemos hoje o nosso Dr. Victor. Que triste. Quem não gostaria de ter um avô ou tio avô como você, Sérgio? Todos queríamos. Quanta paciência conosco nas gravações do Castelo, quanta generosidade e aprendizado pra todos nós que tivemos a oportunidade de conviver com você”.

“Seu legado, que vai muito além de Castelo Ratimbum, é brilhante e ficará pra sempre cravado em nossa cultura e arte desse país. Cultura essa pela qual você tanto lutou e amou. Descanse e brinque aí nas estrelas, Dr. Victor. Tenho certeza que vc será muito bem recepcionado pelo Etevaldo, pelo Mau e pelo Porteiro. Ps:. Sempre que ouvirmos um trovão, saberemos que é você nos dando uma bronca, por desejar sempre o nosso bem”, completou o ator.

Também do elenco do Castelo, Fredy Allan lamentou: “Hoje, meu dia, nosso dia amanhece sem a presença na terra do querido artista e amigo Sergio Mamberti. Não sei o que dizer…Pois tenho tudo a dizer… Sergio sempre foi um artista e ser humano muito generoso comigo”.

“Meu orgulho de ter podido ouvir de perto e conversar com Sergio, vem também de saber de sua importância para nossa cultura Brasileira, do teatro ao cinema, a televisão… Sua luta política. Hoje estou muito triste. Mais triste do que ando… Meu amigo, nos vemos jaja. Aqui não vou parar, não vamos parar de combater o fascismo e a ignorância. Viva Sérgio”, comentou o ator.

Cinthya Rachel foi outra atriz do extinto programa infantil que reagiu à notícia: “Todo amor do mundo para a família Mamberti. A gente te ama demais, obrigada por todo aprendizado e amor”.

Confira:

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›