Tela Quente
Carolina Dieckmann (Marión) e Selton Mello (Saulo) em “Treze Dias Longe do Sol”; minissérie afugenta público da “Tela Quente” (Imagem: Divulgação / Globo)

Exibida como minissérie em janeiro do ano passado, “Treze Dias Longe do Sol” voltou à tela da Globo nesta segunda-feira (16), reeditada como filme. Mas a investida acabou por derrubar a audiência da “Tela Quente” e, consequentemente, das atrações exibidas na sequência. O “Conversa com Bial”, por exemplo, fechou na vice. Os dados são referentes a Grande São Paulo.

No ar das 22h29 à 0h20, “Treze Dias Longe do Sol” anotou 18 pontos, 40,2 de pico e 32,6% de participação no número de televisores ligados (share); foi o menor desempenho da “Tela Quente” desde 29 de abril, quando “Atentado em Paris” (2016) obteve 16,1 de média.

Em seguida, o “Jornal da Globo” atingiu 8,1 ponto, 13,2 de pico e 22,9% de share, entre 0h20 e 1h01. O “Conversa com Bial” levou a Globo à segunda colocação, alcançando 5,4 pontos, 6,9 de pico e 20,1% de share, de 1h01 à 1h42, contra 6,3 do SBT. A liderança foi retomada com “Escândalos – Os bastidores do poder” (4,6), “Um Namorado de Aluguel” (2011) no “Corujão” (4,3) e “Hora Um” (4,9).

Assim como o talk-show de Pedro Bial, a “Sessão da Tarde” também fechou na vice, abaixo da Record. Foram 8,8 pontos, 11,3 de pico e 19,6% de share, das 14h06 às 15h41, com o longa “Um Momento Pode Mudar Tudo” (2014); na mesma faixa, 10,9 de média para a primeira colocada.

Ainda na segunda 9,5 do “Bom Dia São Paulo”, 9,1 com “Bom Dia Brasil”, 6,6 para “Mais Você”, 6,9 do “Encontro”, 11,2 com “SP1”, 11,2 para “Globo Esporte SP”, 12,3 do “Jornal Hoje”, 13,3 com “O Álbum da Grande Família”, 26,6 para “SP2” e 32,7 do “Jornal Nacional”.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos