Por Amor
Regina Duarte e Gabriela Duarte, como Helena e Eduarda, em “Por Amor”; novela ganha reprise na Globo Portugal (Imagem: Divulgação / Globo)

A Globo Portugal anuncia, para o próximo dia 8, a estreia de “Por Amor”. A trama de Manoel Carlos, exibida originalmente em 1997, desembarca na “terrinha” no mesmo momento em que ganha o público da TV e da internet no Brasil, via “Vale a Pena Ver de Novo”. Consultada, a Globo nega que a escolha para a reapresentação no exterior tenha se dado por conta do êxito aqui.

A emissora informou a este blog do RD1 que “Por Amor” já constava no planejamento da Globo Portugal para este ano. Algo que nos chama atenção, aliás – conforme citado neste espaço tempos atrás – por conta do “alinhamento” entre as escolhas de reprises daqui e de lá. A sensação é que o canal libera um determinado “pacote” para canal aberto, canais fechados e “de fora”.

No momento, a Globo Portugal exibe “Cordel Encantado” (2011), antecessora de “Por Amor” no “Vale a Pena Ver de Novo” daqui. Também “O Cravo e a Rosa” (2000) e “Terra Nostra” (1999), que marcam presença no Canal Viva; o repeteco da temporada 2007 de “Malhação”, outro cartaz do Viva, foi concluído recentemente.

Ainda, “Felicidade” (1991), “Caras e Bocas” (2009), “Escrito nas Estrelas” (2010), “O Sétimo Guardião” (2018) e “Verdades Secretas” (2015) – que substituiu o remake de “O Astro” (2011) na última segunda-feira (24). E as inéditas “Malhação – Toda Forma de Amar”, “Órfãos da Terra” e “Verão 90”.

Por Amor
Humberto Martins e Jayme Matarazzo, como Ricardo e Daniel, em “Escrito nas Estrelas”; trama é boa pedida para o “Vale a Pena Ver de Novo” (Imagem: Alex Carvalho / Globo)

Escambo

A julgar pelo “pacote”, é provável que uma das tramas em exibição na Globo Portugal pinte na Globo ou no Canal Viva em breve. A coluna lembra da escalação de “Escrito nas Estrelas” para o “Vale a Pena Ver de Novo”. A novela espiritualista de Elizabeth Jhin chegou a ocupar, durante um bom tempo, o posto de substituta de “Senhora do Destino” (2004); acabou preterida por “Celebridade” (2003).

Talvez agora seja hora de resgatar a produção, responsável por uma das maiores audiências do horário das 18h nesta década. Em cena, Viviane (Nathalia Dill), a jovem escolhida pelo médico Ricardo (Humberto Martins) – numa armação do vilão Gilmar (Alexandre Nero) – para gerar seu neto, a partir do sêmen congelado do filho Daniel (Jayme Matarazzo), morto em um acidente automobilístico.

Cronograma

A julgar pelo ritmo da edição, “Por Amor” deve chegar ao fim nas últimas semanas de setembro ou nas primeiras de outubro. O calendário do “Vale a Pena Ver de Novo” é “influenciado” pelas estreias do horário nobre. A descoberta da troca dos bebês, feita por Helena (Regina Duarte), em nome da filha Eduarda (Gabriela Duarte), não deve conflitar com os primeiros capítulos de “Éramos Seis”, previstos para 30 de setembro.

Por Amor
Totia Meirelles e Gabriel Godoy, como Mercedes e Galdino, destaques de “Verão 90” (Imagens: Reprodução / Globo)

Ligo

“Verão 90” e a virada de Mercedes (Totia Meirelles), separada de Quinzão (Alexandre Borges) e iludida por Andreas, o falso milionário italiano interpretado pelo picareta Galdino (Gabriel Godoy). O enredo de Izabel de Oliveira e Paula Amaral segue inconsistente, mas o talento dos envolvidos – especialmente Totia e Gabriel – faz o público embarcar na trama da “dama de ferro” aplacada pela solidão.

Não é de hoje, aliás, que Totia Meirelles rouba a cena. Quem não se lembra de Wanda, a traficante de pessoas que tomou de Lívia Marine (Claudia Raia) toda a vilania de “Salve Jorge” (2012)? Antes, a Vera de “América” (2005), envolvida com o deficiente visual Jatobá (Marcos Frota). O mesmo para Gabriel Godoy, muito bem como Afeganistão de “Alto Astral” (2014) e Leozinho de “Haja Coração” (2016).

Por Amor
Marcão do Povo à frente do “Primeiro Impacto”; má qualidade castiga jornalístico do SBT (Imagem: Reprodução / Instagram)

Desligo

“Primeiro Impacto”. Impossível não voltar a comentar as barbaridades cometidas por Silvio Santos no departamento de jornalismo do SBT. Agora no ar das 4h às 10h30, o “PI” conseguiu abrir ligeira vantagem sobre a Globo – especialmente no confronto com o “Hora Um”. O conteúdo, porém, segue vergonhoso. Tanto quanto os âncoras Dudu Camargo e Marcão do Povo.

Ontem (28), aliás, Marcão fazia drama acerca do vídeo de uma garotinha à beira do precipício. Dizia não ter coragem de assistir, nem de exibir as imagens. Até que liberou a gravação: a tal garotinha estava em uma torre de observação, protegida por um vidro. Volta o Marcão, afirmando ter caído numa pegadinha da produção, com direito a sonoplastia nível “Câmera Escondida” de fundo… Ridículo.

Fecha a conta

Começaram na última terça-feira (25) as gravações de “Na Corda Bamba”, novela que Rui Vilhena – autor de “Boogie Oogie” (2014) – escreve para a portuguesa TVI. Segundo informações do portal “JM Madeira”, a trama acompanha o casal Lúcia (Dalila Carmo) e Pipo (Pepê Rapazote), que julgam cometer um “crime perfeito” até que, anos depois, eles e os três filhos são surpreendidos por “fantasmas” do passado.

Além dos brasileiros Edwin Luisi e Lucélia Santos, eternos Álvaro e Isaura de “Escrava Isaura” (1976), “Na Corda Bamba” irá contar com outros dois rostos conhecidos do público daqui: Maria João Bastos, destaque em “O Clone” (2001) e “Sabor da Paixão” (2002), e São José Correia, uma das estrelas de “Paixões Proibidas” (2006), produzida pela Band em parceria com a RTP. Promete!

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!