Thammy Miranda
Thammy escolheu um doador parecido com ele (Imagem: Reprodução / Instagram)

Nesta segunda-feira (05), Thammy Miranda usou seu Instagram Stories para dar mais detalhes sobre a fertilização in vitro que sua esposa, Andressa Ferreira, vai fazer para ter o primeiro filho do casal.

Atualmente, Thammy e Andressa estão nos Estados Unidos para realizar o primeiro processo do procedimento. “Nesse banco que a gente escolheu tem um negócio chamado ‘facemask’. São pelos pontos do rosto. Tem ponto da sobrancelha, olho, nariz, boca e maxilar. Pegamos um doador com pontos até 95% parecido com meus pontos. Ou seja: vai ser lindo se puxar pra mim”, contou empolgado.

Andressa ainda explicou brevemente como vai funcionar o tratamento. “Abril eu tenho que voltar pra cá, em abril eu faço a inseminação de fato. Demora esse tempo pra clínica fazer análise, tem um tempo certinho“.

Apesar de não revelarem uma preferência pelo sexo do bebê, Thammy confessou que ter vontade de que seja menino. Além disso, o casal ainda disse que há a possibilidade de gêmeos, o que é comum nesse tipo de procedimento.

Thammy Miranda e Andressa Ferreira abrem o jogo sobre valor da fertilização

Desde que Thammy Miranda e Andressa Ferreira decidiram ter um bebê, os perfis no Instagram do casal e o canal no YouTube passaram a dar muitas informações sobre fertilização in vitro.

Apaixonados, eles divulgaram todos os detalhes do procedimento. “Comecei a tomar os medicamentos no domingo [3 de fevereiro]. São dez dias direto tomando esse hormônios, que são para aumentar os óvulos e preparar o corpo para receber o embrião. Esses medicamentos nós compramos no Brasil e custam em torno de R$ 10 mil, fora todo o restante do processo. A compra do sêmen vai dá em torno de R$ 9-100 mil”, disse Andressa.

Em outro um momento do vídeo, o casal revelou que Andressa já fez inúmeros exames. “Esse exame é para saber se o útero está tudo ok, para ser colocado o embrião”, explicou o ator, acrescentando que o exame de sangue é feito praticamente toda a semana.

Thammy e Andressa optaram por um banco de doadores nos Estados Unidos, uma vez que as leis do país permitem ter acesso a diversas informações como características físicas, hobbies, preferências, escolaridade e traços da personalidade.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!