Thiago Gagliasso afirma que Bruno tem “ideologia afiada” por relações na Globo

Thiago Gagliasso
Thiago Gagliasso falou sobre a relação com Bruno (Imagem: Reprodução / YouTube)

Thiago Gagliasso voltou a falar da sua briga com o seu irmão, Bruno Gagliasso, que ocorreu após as eleições de 2018. Em entrevista ao Pânico, da rádio Jovem Pan, o ator refletiu que o seu parente “andou com muita gente da esquerda”.

Os dois, cabe lembrar, tiveram divergências políticas nas eleições presidenciais e até brigaram publicamente.

“Anos de Projac mudam muito. O Bruno é um excelente ator, incrível, gente boa, mas andou com muita gente da esquerda. Ele não é do mal, me surpreenderia se fosse. Eu colocaria a minha mão no fogo? Não, mas eu me surpreenderia se fosse”, começou ele.

O apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seguiu: “Eu fui pra um lado mais tranquilo, andava com jogadores, não tenho esse vínculo político. Tenho amigos do samba, pagode e carnaval que não têm essa ideologia afiada”.

“Eu lembro de ter situações em que o Bruno falava: ‘Cara, reposta isso aí no teu Twitter’. Talvez, se buscar, deve ter algum post meu mega de esquerda, porque não era nem eu. Eu só pensava: ‘Nossa, se meu irmão falou…’. Foi a forma que ele seguiu a carreira dele”, contou.

Thiago Gagliasso acrescentou: “Quando você briga com quem você ama a dor é maior. Certamente a decepção dele comigo foi gigante e a minha com ele também. Mas eu tenho muitos amigos de esquerda que se posicionam, como o Paulo Zulu e a Fernanda Paes Leme”.

No começo do mês, o caçula dos dois compareceu a uma manifestação a favor do voto impresso e acabou disparando algumas provocações. Tudo começou no caminho a esse movimento de apoiadores do presidente, num engarrafamento, com Thiago imitando o político e soltando piadinhas sobre a Globo.

Foi então que o irmão de Bruno mostrou que estava usando uma camisa preta e contou que teve medo de ser confundido com o pai de Titi, Bless e Zayn, além de confessar que já se passou de propósito por ele:

“Estou todo de preto, mas essa camisa é da Igreja que ganhei quando fui lá. E o medo que estou de ser confundido com Bruno. Porque assim (de máscara) estou a cara do Bruno. Se eu for confundido com Bruno aqui, não vai ser legal para mim. Várias vezes já me passei pelo meu irmão para me dar bem na vida, mas aqui não vai ser o melhor lugar. Mas Deus não vai fazer isso comigo não. Estou com a camisa da Igreja”.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›