Tino Marcos admite briga com ex-jogador e entrega nome em entrevista

Tino Marcos
Tino Marcos revela história de briga com ex-jogador (Imagem: Reprodução / Globo)

Tino Marcos revelou o nome do ex-jogador brasileiro com quem enfrentou alguns atritos ao longo da sua carreira de mais de três décadas na Globo. Segundo ele, Edmundo, atualmente comentarista esportivo, não era o melhor nome para uma entrevista.

“Já briguei com jogador, sim. Tinha muita dificuldade com o Edmundo sempre. O Edmundo era um cara que você não sabia muito bem qual era o Edmundo que você ia encontrar”, contou ao canal Camisa 21, no YouTube.

“Eu lembro que na seleção ele brincava que jogava no ‘Banguzinho’, que é aquela galera que não joga, que só treina. E tinha dia que a gente dava ‘bom dia’ e ele já mandava uma na lata. Tive algumas dificuldades com ele”, admitiu.

Sobre o seu relacionamento com Galvão Bueno, o jornalista garantiu que nunca a amizade ficou abalada por nada nem por ninguém. “Nunca briguei com o Galvão e se eu já fiquei p***, eu fiquei na minha, fiquei quieto”, comentou.

“No máximo, de querer falar, dar uma informação, pedir uma brecha para o Galvão e ele continuar falando. Não à toa o apelido dele é ‘papagaio'”, entregou. “Não entrei na campanha ‘cala a boca, Galvão’. Eu sou suspeito. Com o Galvão, eu tenho uma história de amizade, além da parceria profissional. Então, nunca quis dizer isso. Achei até que ele foi muito bem na maneira como reagiu”, avaliou.

Fora da Globo

Tino Marcos deixou a Globo no início do ano após 34 anos como repórter esportivo. Em entrevista ao Bola da Vez, da ESPN Brasil, ele garantiu que a saída foi pensada ao longo de vários anos.

“Na verdade, há muitos anos eu programava intimamente essa possibilidade de sair da Globo sem experimentar um desgaste maior. Eu queria que o casamento terminasse sem grandes conflitos”, explicou.

“Era um sonho que eu não sabia se teria condição de realizar, mas aos poucos isso foi se materializando”, disse. “Eu achei que simbolicamente seria legal (sair da seleção após a Copa América), e a direção entendeu muito bem que eu saísse naquele momento”, ressaltou.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›