Tom Cruise protagonizou o clássico “Top Gun” (Imagem: Divulgação)

Sucesso nos anos de 1980, o filme “Top Gun”, estrelado por Tom Cruise, que viveu o piloto Maverick, ganhará nova sequência em 2020. O longa deverá trazer, novamente, Cruise na pele do piloto e uma série de referências ao primeiro filme.

A confirmação foi feita após um trailer ser exibido na semana passada durante a Comic Con de San Diego, nos Estados Unidos. Nos comentários, os seguidores de um perfil que compartilhou o vídeo mostraram ansiedade.

Meu coração…Tom Cruise em Top Gun“, escreveu uma fã da história. “Que tudooo!!! De volta aos bons tempos!!!“, disse mais um. “É incrível!!! Eu tinha 1 ano quando foi lançado esse filme…eu cresci vi esse filme e amo ele…eu envelheci, mais o Tom continue igual…isso não é normal“, comentou outro.

Na história, Maverick é um piloto da Marinha dos Estados Unidos e se apaixona por sua instrutora, interpretada por Kelly McGillis. Maverick compete com Kazanski, vivido por Val Kilmer, na academia Top Gun.

Com direção de Joseph Kosinski, de “Oblivion” e “Tron: O Legado”, o longa tem previsão de estreia para 25 de junho de 2020. A data é aproximadamente dois anos depois das filmagens terem terminado.

View this post on Instagram

O clássico do cinema "Top Gun" ganhará novo filme em 2020. Tom Cruise voltará a viver o piloto Maverick cheio de referências ao primeiro filme. O primeiro trailer foi divulgado nesta quinta-feira durante a Comic Con de San Diego. ⠀ No filme, Maverick é um piloto talentoso da Marinha dos Estados Unidos que se apaixona por sua instrutora (Kelly McGillis) e compete com outro piloto, Tom "Iceman" Kazanski (Val Kilmer), na prestigiosa academia de pilotos Top Gun. Dirigido por Joseph Kosinski, de 'Oblivion' e 'Tron: O Legado', o longa também tem Jennifer Connelly, Miles Teller, Jon Hamm, Ed Harris e Val Kilmer de volta como Iceman no elenco. ⠀ A estreia está prevista para 25 de junho de 2020, cerca de dois anos depois do primeiro dia de filmagens.

A post shared by Curta Mais® (@guiacurtamais) on

Apresentadora causa ao comparar mudança no Instagram com abolição

A atriz e apresentadora Ana Clara Paim causou e muito nas redes sociais ao decidir comentar sobre a mudança histórico do Instagram. Em seu perfil, ela comparou o fim da contagem de “likes” com o fim da escravidão.

Na postagem na rede social, a atriz relatou que teve uma sensação de alívio com a mudança no app. “Não dá pra negar como me sinto: liberta! Quantas vezes você já verificou a mesma postagem mais de uma vez pra ver quantos corações havia recebido? Eu boto minha mão no fogo que todo mundo, já ficou feliz por um post ter alcançado um número legal de curtidas e também já se perguntou o por quê outro não deu tanto assim”, escreveu. No texto completo, Ana Clara Paim faz um relato de como as curtidas podem ser nocivas às pessoas e fez alusão à Lei Áurea, sancionada em 13 de maio de 1888, no trecho: “O que era pra fornecer liberdade só nos trouxe de volta à escravidão”.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!